Problema ortopédico suspende agenda de Mourão no Maranhão

Problema ortopédico suspende agenda de Mourão no Maranhão

O vice-presidente Hamilton Mourão suspendeu a viagem que faria hoje (17) ao Maranhão para cumprir agenda até amanhã (18) devido a problemas ortopédicos no joelho direito. 

Em nota, a assessoria da Vice-Presidência informou que Mourão está em acompanhamento médico e realizando atividades de fisioterapia, “que sugerem o pronto restabelecimento o mais rápido possível, voltando ao cumprimento da agenda normal”.

No Maranhão, estavam previstas reunião com representantes da Associação Comercial do Maranhão, em São Luís, e visita ao Centro de Lançamento de Alcântara. 

A assessoria não informou se uma nova data para a viagem já está marcada .

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Não conseguiu justificar a ausência na votação? Saiba o que fazer

Não conseguiu justificar a ausência na votação? Saiba o que fazer

Eleitores que não puderam votar no primeiro turno das eleições municipais neste domingo (15) têm até 60 dias para justificar a ausência junto à Justiça Eleitoral. O procedimento pode ser feito pessoalmente ou pela internet.

Quem preferir fazer pela internet, as opções são o Sistema Justifica, com acesso via página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou o aplicativo e-Título, que pode ser baixado gratuitamente para as plataformas Android e iOS. 

Por causa do grande número de acessos ontem (15), a plataforma apresentou instabilidades ao longo do dia e muitos eleitores não conseguiram utilizá-la para enviar a justificativa.

Os eleitores que não quiserem usar a internet podem preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (pós-eleição), disponível no site do TSE, e entregar em qualquer zona eleitoral ou enviar pelos Correios ao juiz da zona eleitoral na qual for inscrito.

Exterior

Os eleitores que estavam no exterior no dia da votação também podem justificar a ausência pelo e-Título, pelo Sistema Justifica ou pelo envio de correspondência ao juiz eleitoral. O prazo é de 60 dias. Segundo o TSE, a justificativa também pode ser apresentada no período de 30 dias corridos da data de retorno ao Brasil.  Os eleitores que estiverem inscritos em uma zona eleitoral do exterior não precisam justificar a ausência em pleitos municipais. O procedimento só deve ser feito em eleições presidenciais.  

Quem estiver em débito com a Justiça Eleitoral, entre outras sanções, fica impedido de tirar carteira de identidade, passaporte, de participar de concurso público ou de assumir cargo público.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Campanha eleitoral municipal para segundo turno começa hoje

Campanha eleitoral municipal para segundo turno começa hoje

Nas eleições municipais deste ano, 57 cidades com mais de 200 mil habitantes terão disputa para prefeito no segundo turno, marcado para 29 de novembro. Nessas localidades, que incluem 18 capitais, a campanha já recomeça nesta segunda-feira (16).

Conforme o calendário eleitoral, os candidatos que disputam o segundo turno já podem realizar comícios, distribuir material gráfico e utilizar alto-falantes para fazer campanha a partir das 17h de hoje, 24 horas após o fechamento das urnas do primeiro turno (sempre no horário local).

Nenhum dos candidatos que disputam o segundo turno pode ser detido ou preso a partir desta segunda-feira até a votação, salvo no caso de flagrante delito, conforme previsto pelo Código Eleitoral.

As eleições deste ano têm o menor intervalo entre turnos da história: 13 dias. Normalmente, o período é de três a quatro semanas. O calendário apertado foi aprovado pelo Congresso em função do adiamento provocado pela pandemia de covid-19.  

Confira abaixo a lista das cidades onde haverá segundo turno e os respectivos candidatos

Anápolis (GO): Roberto Naves (PP) e Antonio Gomide (PT).

Aracaju (SE): Edvaldo Nogueira (PDT – atual prefeito) e Danielle Garcia (Cidadania).

Bauru (SP): Suéllen Rosim (Patriota) e Dr Raul (DEM)

Belém (PA): Edmilson Rodrigues (PSOL) e Delegado Eguchi (Patriota).

Blumenau (SC): Mário Hildebrandt (PODE) e João Paulo Kleinübing (DEM).

Boa Vista (RR): Arthur Henrique (MDB) e Ottaci (Solidariedade).

Campinas (SP): Dário Saadi (Republicanos) e Rafa Zimbaldi (PL).

Campos dos Goytacazes (RJ): Wladimir Garotinho (PSD - sub judice), e Caio Vianna (PDT)

Canoas (RS): Jairo Jorge (PSD) e Luiz Carlos Busato (PTB).

Cariacica (ES): Euclério Sampaio (DEM) e Célia Tavares (PT).

Caucaia (CE): Naumi Amorim (PSD) e Vitor Valim (Pros).

Caxias do Sul (RS): Pepe Vargas (PT) e Adiló (PSDB).

Contagem (MG): Marília (PT) e Felipe Saliba (DEM).

Cuiabá (MT): Emanuel Pinheiro (MDB – atual prefeito) e Abílio Júnior (Podemos).

Diadema (SP): Filippi (PT) e Taka Yamauchi (PSD).

Feira de Santana (BA): Zé Neto (PT) e Colbert Martins (MDB).

Fortaleza (CE): Sarto Nogueira (PDT) e Capitão Wagner (Pros).

Franca (SP): Flávia Lancha (PSD) e Alexandre Ferreira (MDB).

Goiânia (GO): Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD).

Governador Valadares (MG): André Merlo (PSDB) e Dr. Luciano (PSC).

Guarulhos (SP): Guti (PSD) e Elói Pietá (PT).

João Pessoa (PB): Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB).

Joinville (SC): Darci de Matos (PSD) e Adriano Silva (NOVO).

Juiz de Fora (MG): Margarida Salomão (PT) e Wilson Rezato (PSB).

Limeira (SP): Mario Botion (PSD) e Murilo Félix (Podemos).

Maceió (AL): Alfredo Gaspar (MDB) e Jhc (PSB).

Manaus (AM): Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante).

Mauá (SP): Átila Jacomussi (PSB) e Marcelo Oliveira (PT).

Mogi das Cruzes (SP): Marcus Melo (PSDB) e Caio Cunha (PODE).

Paulista (PE): Yves Ribeiro (MDB) e Francisco Padilha (PSB).

Pelotas (RS): Paula Mascarenhas (PSDB) e Ivan Duarte (PT).

Petrópolis (RJ): Rubens Bomtempo (PSB) e Bernardo Rossi (PL).

Piracicaba (SP): Barjas Negri (PSDB) e Luciano Almeida (DEM).

Ponta Grossa (PR): Mabel Canto (PSC) e Professora Elizabeth (PSD).

Porto Alegre (RS): Sebastião Melo (MDB) e Manuela d'Ávila (PCdoB).

Porto Velho (RO): Hildon Chaves (PSDB – atual prefeito) e Cristiane Lopes (PP).

Praia Grande (SP): Raquel Chini (PSDB) e Danilo Morgado (PSL).

Recife (PE): João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT).

Ribeirão Preto (SP): Duarte Nogueira (PSDB) e Suely Vilela (PSB).

Rio Branco (AC): Socorro Neri (PSB – atual prefeita) e Tião Bocalom (PP).

Rio de Janeiro (RJ): Marcelo Crivella (Republicanos – atual prefeito) e Eduardo Paes (DEM).

Santa Maria (RS): Sergio Cecchim (PP) e Pozzobom (PSDB).

Santarém (PA): Nélio Aguiar (DEM – atual prefeito) e Maria do Carmo (PT).

São Gonçalo (RJ): Dimas Gadelha (PT), e Capitão Nelson (Avante).

São João de Meriti (RJ): Dr João (DEM) e Leo Vieira (PSC).

São Luís (MA): Eduardo Braide (Podemos) e Duarte Júnior (Republicanos).

São Paulo (SP): Bruno Covas (PSDB – atual prefeito) e Guilherme Boulos (PSOL).

São Vicente (SP): Solange Freitas (PSDB) e Kayo Amado (PODE).

Serra (ES): Sergio Vidigal (PDT) e Fabio Duarte (Rede).

Sorocaba (SP): Rodrigo Manga (Republicanos) e Jaqueline Coutinho (PSL).

Taboão da Serra (SP): Engenheiro Daniel (PSDB) e Aprigio (PODE).

Taubaté (SP): Saud (MDB) e Loreny (Cidadania).

Teresina (PI): Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB).

Uberaba (MG): Elisa Araújo (Solidariedade) e Tony Carlos (PTB).

Vila Velha (ES): Arnadinho Borgo (Podemos) e Max Filho (PSDB).

Vitória (ES): Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT).

Vitória da Conquista (BA): Zé Raimundo (PT) e Herzem Gusmão (MDB).

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Minas tem o prefeito mais velho e o Nordeste os mais novos do país

Minas tem o prefeito mais velho e o Nordeste os mais novos do país

O mineiro José Braz (PP), de 95 anos, será o prefeito mais idoso do país. A partir de 1º de janeiro ele vai comandar o município de Muriaé (MG), a 314 quilômetros de Belo Horizonte. Braz não é estreante na política, o empresário já havia ocupado o cargo na cidade em outros dois mandatos, entre 2005 e 2012. Desta vez, ele teve 42,80% dos votos. Ele foi dos 71 candidatos a prefeito acima de 80 anos no pleito de 15 de novembro.

Mais novos

Nessas eleições, três candidatos do Nordeste foram eleitos para prefeitura de seus municípios com 21 anos, idade mínima permitida para o cargo. Ricardo Maia (PSD),com 49,27%, será o prefeito do município de Tucano (BA), Fernando Cavalcante (MDB) com 54,52%, vai comandar Matriz de Camaragibe (AL) e Rio Grande do Norte, Paulo Henrique (PP), que recebeu 51,01% dos votos será prefeito em Pedra Preta.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Governo quer injetar 25 bilhões em trabalhadores informais

Governo quer injetar 25 bilhões em trabalhadores informais

Com o fim do auxílio emergencial, o governo pretende criar um programa de microcrédito para injetar R$ 25 bilhões em trabalhadores informais. As linhas de financiamento devem girar entre R$ 1,5 mil e R$ 5 mil. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, já começaram a discutir o assunto nesta semana.

A apuração do Estadão/Broadcast aponta que a Caixa Econômica Federal tem condições de arcar com R$ 10 bilhões para a nova linha de crédito. Várias medidas estão em discussão para conseguir o valor restante. Uma delas é o aumento dos depósitos compulsórios — quantias que as instituições bancárias são obrigadas a manter como caução junto ao Banco Central — que o governo poderia direcionar para financiar o projeto.

Com esses valores, o novo programa equivaleria a cerca de 20% do volume de recursos emprestados desde o começo da pandemia a empreendedores de todos os tamanhos; do microempreendedor até as grandes corporações. Os empréstimos viabilizados pelo governo já somam cerca de R$ 125,6 bilhões, segundo a monitoria feita pelo Emprestômetro do Sebrae.

FONTE: REVISTA OESTE

 
Image
Fatoverdade acima de tudo, representa a honra no jornalismo.

Conteúdo Popular