Blocos de trio fortalecem tradição no Festival de Arembepe

Blocos de trio fortalecem tradição no Festival de Arembepe

O Festival de Arembepe começa no dia 20 de março, e além das atrações preparadas pela prefeitura para se apresentarem nos diversos palcos instalados na arena e nas principais praças da localidade, a festa também contará com a participação de blocos privados, que são tradição no evento. Ao longo dos quatro dias de festa, cerca de 25 blocos vão desfilar pelas ruas e fazer a alegria de crianças, jovens e adultos.

Os preços variam de R$ 20,00 a R$ 40,00 reais e a grade está bem diversificada. “Cada bloco tem um tema diferente, uma história a ser contada. Passamos o ano inteiro na expectativa de levar os nossos trios para a rua e fortalecer a tradição. Até porque, há alguns anos, chegamos a receber até a participação de Daniela Mercury. Por isso para nós é tão importante esse resgate cultural e o prefeito Elinaldo está trazendo tudo isso de volta para a gente.”, declarou a presidente da União dos Blocos de Arembepe, Marizete Coelho

A novidade na festa esse ano é o Abrace Folia, que será 100% solidário e será animado pelo cantor Lincoln Sena. Para adquirir um abadá as pessoas deverão doar três quilos de alimentos não perecíveis. Outro que também tem terá um viés solidário é o As Tartarugas, com o trio puxado por Flavinho, que destinará uma cota de 50% das camisetas para troca por mantimentos, seguindo os mesmos moldes do Abrace Folia para a permuta.

Cantores como Rubinho (Oz Bambaz) e Tatau também puxam trios nos dias de festa. Eles tocam no Quem Guenta e no Raízes e 100%, respectivamente. O público infantil também seu espaço garantido na folia com o bloco Pernalonga, comandado pelos cantores Paulinho da Bahia e Karla Coelho, que prometem fazer os pequeninos tirarem o pé do chão. “Esse ano vamos levar para a meninada, a magia do circo. Vai ter muita cor e muita diversão. Vale lembrar que as crianças que forem fantasiadas, pagam apenas o valor da pulseira.”, sinaliza a cantora Karla Coelho.

Oportunidade para os adultos também se fantasiarem não vai faltar. Essa é a única exigência do bloco Cordel, que desfila há seis anos na localidade. “O nosso objetivo é diversificar a festa. Juntamente com um grupo de amigos, resolvemos criar um bloco onde é obrigatório o uso de fantasia e máscara. Quem não quiser usar máscara, tá liberado usar maquiagem. Ressalto também que não tem um tema específico, cada um pode se vestir como desejar.”, conta o fundador e presidente João Sá.

Já o bloco Kais, que participa da festa há 27 anos, fará o trajeto pelas ruas com seus foliões de abadá, sendo embalados pela banda Viola de 12. “Somos um bloco com a cara de Arembepe. A nossa expectativa é fazer uma festa linda, que as pessoas brinquem na paz e com harmonia, ao som do bom e velho samba de raíz.”, diz o diretor e vice-presidente do bloco, Sandro Santos.

Quem também se apresenta no trio, porém sem cordas e sem abadá, é a banda Psirico, que comanda o “arrastão” no dia 20 de março, às 14h, após o tradicional cortejo religioso que abre a festa. O Festival de Arembepe é uma realização da Prefeitura de Camaçari, através das secretarias de Governo (Segov), por intermédio da Coordenação de Eventos, da Cultura (Secult), do Turismo (Setur) e da Prefeitura Avançada da Costa.

 

PROGRAMAÇÃO DOS BLOCOS

Sexta- feira (20/03)

Os Brochas  – Pincel e Banda

100 Querer 20V – Banda de Sopro

Cordel de Arembepe – Vitrola Baiana

Kais – Viola de 12

Sábado (21/03)

Você e Eu – Pincel

Amigos da Cachaça – Furgão Elétrico

Ressaca – União do Gueto

Raízes e 100% – Tatau

Abrace – Lincoln Sena

Afrombepe – Samba Leva Eu

Mordomia – Audácia Pura

Domingo (22/03)

Pernalonga – Paulinho da Bahia e Karla Coelho

Arrastão das Pinceletes – Pincel e Banda

Uauê – Banda de Sopro

Yeu – Samba do Yeu

Alegria do Robalo – Nívia Mafuany e Convidados

Quem Guenta – Oz Bambaz

As Tartarugas – Flavinho

Segunda (23/03)

Os Negos de Maria – Encontro do Samba

Tô Mentindo – Bambeia

As Abelhinhas – Pincel e Banda

Arembepuã – Banda Arembepuã