Prefeitura implanta 18 leitos de retaguarda no Caps III no Phoc I

Prefeitura implanta 18 leitos de retaguarda no Caps III no Phoc I

A Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria da Saúde (Sesau), na manhã desta segunda-feira (1º/3), informou que, conforme divulgado no último domingo (28/2) em reunião do prefeito Elinaldo com a equipe de saúde, está mantida a criação dos leitos de retaguarda previstos para serem implantados, de forma provisória, no Caps III, no Phoc I, no entanto, ao invés de serem 15, o local contará com 18 leitos. A boa notícia de ampliação é fruto de um planejamento feito de maneira conjunta entre o subsecretário da pasta, Luiz Duplat e a Diretoria de Média e Alta Complexidade.

O Secretário da Saúde, Elias Natan, destaca que, “em virtude do cenário de superlotação de leitos clínicos e UTI em nossas unidades de urgência e emergência definimos que ainda esta semana passarão a funcionar 18 leitos no Caps III. Sendo 17 leitos clínicos e um de estabilização [sala vermelha]. Importante ressaltar, que estes leitos são para pacientes regulados, que estão nas nossas unidades de urgência e emergência”.

A medida se soma a ampliação de 10 para 15 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) contratados com a Clínica Santa Helena. Estão também em andamento, um chamamento público para reabertura do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus (CIEC) com 20 leitos, e um termo de credenciamento para mais cinco leitos de UTI e 10 clínicos.

Preocupado com o cenário crítico no qual se encontra a pandemia, Natan faz um apelo à população. “Mesmo com todos os esforços para ampliar a oferta de leitos nada disso previne a proliferação da Covid na velocidade devastadora que está, a não ser as medidas preventivas como o uso da máscara sempre que for necessário sair de casa, o uso do álcool em gel e principalmente evitar aglomerações. Ou nos unimos, poder público e população, cada um fazendo sua parte, ou não venceremos essa batalha. Chegou a hora de união por um objetivo comum que é salvar vidas, inclusive a nossa”, enfatiza, Elias Natan.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI