Enfrentamento à Covid-19 é tema de reunião do prefeito com o governador

Enfrentamento à Covid-19 é tema de reunião do prefeito com o governador

O prefeito Elinaldo Araújo participou de uma reunião virtual com o governador Rui Costa e outros cinco prefeitos dos municípios do Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região Metro Recôncavo Norte, na manhã desta segunda-feira (1°/3). Dentre as pautas tratadas estavam a compra de vacinas, a ampliação da oferta de leitos e as restrições para o comércio não essencial.

Na oportunidade, o gestor municipal, sugeriu que a compra da vacina fosse realizada através do Consórcio da Policlínica, “que já tem, proporcionalmente, a despesa de cada município e a participação do Governo do Estado. Para ver a possibilidade do governador liderar e ver se tem as bases legais de comprar a vacina e dividir de maneira proporcional”.

Elinaldo ainda lembrou a decisão da gestão municipal em equipar o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) com 18 leitos (17 clínicos e um de estabilização) provisórios, para diminuir a demanda, já que o município está com 66 pacientes na tela, dependendo de regulação, além de estar tentando ofertar mais 10 leitos com a Clínica Santa Helena. Ele ainda falou sobre a disponibilidade de leitos no Hospital Geral de Camaçari (HGC) e afirmou que o município está pronto para colaborar para que funcionem na totalidade.

Sobre o comércio, o prefeito de Camaçari definiu que vai propor às associações comerciais, “intensificar de novo aquilo que fizemos no início, a campanha educativa. As pessoas têm que colaborar para que o comércio volte à normalidade, mantendo o distanciamento, usando o álcool em gel e máscara”.

A compra das vacinas foi destacada pelo governador, Rui Costa, que fez uma atualização sobre as possibilidades com os fabricantes. “O que nos resta, é ampliar o leque de vacinas”, já que as que estão sendo aplicadas no país tem o estoque disponibilizado para o Governo Federal. Ainda falou sobre as negociações com outras empresas e sugeriu que fosse realizado um encontro semanal para que os prefeitos fossem informados do andamento das negociações.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI