Itens filtrados por data: Sábado, 07 Setembro 2019

Cultura, harmonia e alegria foram os elementos que marcaram o tradicional desfile cívico em comemoração à proclamação da Independência do Brasil, neste sábado (7/9), no bairro da Gleba E, em Camaçari. Com faixas e bandeirolas, centenas de munícipes lotaram a avenida do circuito e prestigiaram as apresentações das escolas municipais, grupos culturais, além das fanfarras. O desfile, promovido pela Prefeitura de Camaçari, é organizado pelas secretarias de Educação e Cultura, com o apoio da Coordenação de Eventos.

Entusiasmado e descontraído, o prefeito Elinaldo Araújo acompanhou com atenção toda a festa. Para ele, este é um evento de grande importância para o município. Ele também demonstrou boas expectativas para o aniversário da cidade, celebrado no dia 28 de setembro.

“Este é um momento de felicidade para o povo brasileiro e não é diferente para os camaçarienses, que vêm às ruas comemorar essa data de grande relevância, dia da nossa independência. Hoje é o nosso primeiro desfile, depois passaremos pela Costa de Camaçari. Sem contar que estou muito animado para em breve também comemorar o aniversário da nossa cidade”, destacou o gestor.

Recebendo como temática #CAMAÇARICULTURADAPAZ, a abertura do evento ficou por conta da Filarmônica 28 de Setembro, juntamente com o Tiro de Guerra. A partir disto, as autoridades municipais realizaram o hasteamento das bandeiras que representam a cidade, estado e país. Em seguida, a Banda Marcial de Camaçari (BAMUCA) animou à população.

Na expectativa de acompanhar a passagem dos grupos culturais, a jovem Eulina Vitória, 19 anos, conta da satisfação em participar dos desfiles da Gleba E e do aniversário da cidade. “Eu já desfilei muitas vezes e assisto todos os anos, venho para ver as fanfarras, principalmente a Bamuca”, comentou, ao lado da família.

Participaram do festejo, os grupos de estudantes da Escola Experimental Marina Tavares, Centro Integrado de Educação Infantil do Phoc I, Centro Educacional Monteiro Lobato, Escola Clube das Mães, Escola Sistema Master, Escola Parque Verde, Centro de Educação Municipal de Camaçari, Escola Anísio Teixeira e Escola Edelzuita. Além dos projetos culturais e fanfarras, Som Timbal, Levada do Saber, Rumfagere, Espermacete, banda Sistema Master, Fanfarra Municipal Popular de Abrantes (Fampa) e Banda Marcial Anísio Teixeira (Bamat).

“O mês de setembro é muito importante em Camaçari. Eu, quando era garoto, já desfilei muito e era sempre um momento de felicidade, alegria, satisfação e orgulho. Quero parabenizar a todos pelo empenho em realizar este evento tão importante para as famílias de Camaçari, da nossa Bahia, do nosso Brasil”, relembrou o vice-prefeito, José Tude.

Para a secretária de Educação, Neurilene Martins, o desfile é uma oportunidade de demonstrar o espírito cívico. “A população invade a rua com a arte, que é uma linguagem singular para todos nós. Fazemos como se fosse uma prece, uma homenagem a todos os movimentos pacifistas na busca de viver um dia de fraternidade, solidariedade e paz”, contou, inspirada na temática deste ano.

Participando do evento pela segunda vez, a pequena Raquel Bonfim, 10 anos, representou a Escola Experimental Professora Marina Tavares Cardoso. De acordo com ela, o que mais atraí é “a participação do público, o jeito que as pessoas interagem e as músicas”, expressou.

Publicado em Camaçari

Com envolvimento da população, dos grupos e fanfarras locais foi realizado neste sábado (7\9), data da Independência do Brasil, o desfile cívico de Parafuso. Com o tema #CAMACARICULTURADAPAZ, alunos de cinco escolas levaram para a avenida principal reflexões importantes para a construção de uma Camaçari melhor, com a convocação da paz entre os povos.

O ato cívico foi realizado pela Prefeitura de Camaçari, e o tema é baseado nos 171 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. O que também está sendo discutido nas unidades escolares durante todo o ano letivo. A execução do Hino Nacional, pela Filarmônica 28 de Setembro, e do Hino de Camaçari, marcou o início do desfile.

As ações de governo para a promoção da cultura de paz foram lembradas pelo prefeito Elinaldo Araújo. “Ninguém fica em paz se não tem acesso à cidadania. Por isso estamos investindo na infraestrutura, como nas nossas escolas, ruas e unidades de saúde, criando programas sociais municipais e estabelecendo estratégias para melhorar aprendizagem dos nossos estudantes, preservando o futuro da nossa Camaçari”.

Com a abordagem Trabalho Infantil e Exploração Sexual “Não”, a Escola Comunitária de Parafuso fez uma reflexão sobre a violação dos direitos das crianças. Caracterizado de vendedor de amendoim, Eudes Garcez Neto, 5 anos, aprendeu a lição. Quando questionado se criança pode trabalhar, respondeu enfaticamente: “Não! Só adulto que pode”.

Para a secretária de Educação, Neurilene Martins, esta é uma experiência única. “Nesta avenida podemos ver as percepções dos estudantes sobre a cultura da paz. Todo o planeta clama por uma vida de segurança, de paz, de solidariedade, e nada melhor do que a gente incluir essa discussão no currículo de cada escola. Que sejamos uma sociedade, que ensinemos os valores da ética, do respeito, do amor, da visão coletiva de cuidar do planeta, das pessoas”.

A Escola Municipal Eustáquio Alves Santana representou em uma das alas as artes e a cultura da paz, com uma alegoria interativa, convidando o público para tirar uma foto e postar usando #camacariculturadapaz. E a importância desse debate foi destacado pela pedagoga e moradora da localidade, Laís Correia da Silva Santos, 32 anos, “o interessante é que isso não seja só nesse momento, mas deve ser valorizado o tempo todo”.

Também participaram da iniciativa a Escola Municipal Conceição de Maria, Associação Pestalozzi de Camaçari e Escola Municipal Padre Paulo Maria Tonucci, o Tiro de Guerra, da Defesa Civile a Cia Camaçari de Teatro. Além dos grupos culturais e de percussão, Som do Timbau, Grupo Caboclo Mirim, Timbalaue, Boi Janeiro Parafuso, Samba Guerreiras de Parafuso, Emerim de Parafuso e Grupo Cultural Espermacete.

Com a execução de músicas da atualidade ainda se apresentaram a Banda Marcial Anísio Teixeira (BAMAT), a Fanfarra Estudantil de Camaçari (FANESC) e a Fanfarra Popular de Parafuso (FANPOP). O encerramento foi realizado com a apresentação empolgante da Fanfarra Estudantil de Parafuso (FANESP).

Estavam presentes o vice-prefeito, José Tude, autoridades municipais do executivo e do legislativo, além dos comandantes do 12º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Antônio Sampaio, e do Tiro de Guerra 06-026, o subtenente Chistian Félix.

Publicado em Camaçari

Uma mulher de 35 anos foi presa pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) neste domingo (8), durante uma fiscalização de combate ao crime. O caso aconteceu no km 677 da BR-116, município de Jequié.

Os agentes resolveram fiscalizar um ônibus de turismo que vinha de São Paulo (SP) e tinha como destino Aracaju (SE). Ao vistoriarem o compartimento das bagagens, eles encontraram aproximadamente 70 tabletes de substância análoga à maconha distribuídos em malas. O material pesava cerca de 50 kg.

Em seguida, os policiais federais fizeram uma entrevista e identificaram a proprietária das bagagens. A mulher informou que iria receber R$ 2 mil para fazer o transporte das drogas de São Paulo até a rodoviária de Aracaju (SE). Lá, ela encontraria o proprietário dos entorpecentes e entregaria a “encomenda”. A acusada não soube dizer o nome do homem em questão. 

Ela ainda contou que já havia transportado anteriormente, no ano de 2005, 20 kg de maconha de São Paulo (SP) para Maceió (AL). Com a passageira foi apreendido um smartphone, que juntamente com a droga, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Judiciária local. Segundo a PRF, ela responderá por tráfico de drogas.

Publicado em Bahia

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Claudio de Mello Tavares, aceitou sábado (7/9) pedido da prefeitura carioca para recolher, na Bienal do Livro, obras que tratem de temas LGTB –  Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros “de maneira desavisada” para crianças e jovens. Com a decisão, os expositores só podem comercializar essas obras em embalagens lacradas e que contenham “advertência de seu conteúdo”.

Na última quinta-feira, depois de tomar conhecimento de uma história em quadrinho (Vingadores: A Cruzada das Crianças, da Marvel), que continha uma cena de beijo entre dois personagens homens, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, decidiu notificar os expositores da Bienal para que lacrassem esses livros.

Na notificação, a prefeitura afirmou que apreenderia livros que não estivessem lacrados e que poderia até cassar a licença para a feira.

Mas sexta-feira o desembargador Heleno Ribeiro Nunes, da 5ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, concedeu um mandado de segurança para os organizadores da Bienal, para suspender os efeitos da notificação da prefeitura.

A decisão de sábado do presidente do TJ suspende o mandado de segurança da 5ª Câmara Cível.

Publicado em Brasil

O G1 virou piada neste sábado (7) depois que um print viralizou nas redes sociais.

Parece que um dos editores do portal no Facebook esqueceu de trocar a conta antes de publicar um comentário grotesco sobre uma criança que desfilou no carro oficial com Jair Bolsonaro neste sábado, 7, em ato cívico pelo Dia da Independência. O autor do comentário chama o menino de “moleque imbecil”.

Depois que o conteúdo tomou conta da internet, o G1 emitiu uma breve nota sobre o ocorrido, mas não explicou quem foi o responsável pelo comentário:

Nota da redação: A conta do G1 foi indevidamente utilizada para um comentário ofensivo sobre o menino que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro no desfile de 7 de setembro. O G1 repudia o uso de sua conta e anuncia que vai investigar o ocorrido e tomar as medidas cabíveis.

O comentário já foi excluído, mas como nada passa batido na internet, muitos internautas salvaram a postagem:

 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub disse que o fato é inaceitável. “Espero que Deus devolva em dobro todo o mal que há dentro de vocês”, tuitou.

Publicado em Brasil

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos