Itens filtrados por data: Segunda, 09 Setembro 2019

Uma assembleia na próxima segunda-feira (16) vai discutir as alternativas para evitar a saída da Petrobras da Bahia. A reunião puxada pelo sindicato dos petroleiros [Sindipetro] deve ocorrer em Salvador. Ao Bahia Notícias, o diretor do sindicato Leonardo Urpia disse que caso a ameaça de debandada das atividades da petroleira se concretize cidades como Camaçari, São Francisco do Conde e Madre de Deus, todas na Região Metropolitana de Salvador (RMS), vão ter um prejuízo significativo. Só no Polo Industrial de Camaçari, 14 empresas podem ter as atividades finalizadas.

“Essas 14 empresas serão diretamente afetadas porque compram da Fafen [fábrica de fertilizantes da petroleira] produtos de CO2, amônia e gás carbônico, itens que elas usam nas suas atividades industriais”, relatou Urpia ao BN. Além do Polo, a refinaria Landulfo Alves [em São Francisco do Conde], que já está com a atividade reduzida, também pode ser vendida. Situação semelhante vive o terminal marítimo da Transpetro, em Madre de Deus, que também será colocado à venda.

“Esse terminal é onde a Bahia recebe e envia seus produtos. A Bahia compra também petróleo bruto para refinar aqui, mas vende nafta, gasolina, querosene, e essas entradas e saídas de produtos se dão através desse terminal que é gigantesco”, relatou. Urpia também prevê perda de força da economia do estado.

“Em 2018, a Petrobras chegou a ser responsável por 30% de toda a atividade econômica, seja através de produção de petróleo, fertilizantes e de diversos insumos. Hoje, em 2019, a Petrobras só responde por apenas 15% da atividade econômica do estado”, afirmou. 

Publicado em Bahia

Um jovem de 26 anos sequestrado na noite desta segunda-feira (09/09), foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (10/09), em Camaçari (BA), na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com as primeiras informações, Carlos Henrique Santos de Souza, de 26 anos, estava desaparecido desde a noite de ontem(09), mas seu corpo só foi encontrado por volta das 7 horas de hoje (10) em um terreno baldio localizado na Rua do Rafael, em frente a Fábrica de Pneus BRTUS, no Distrito de Parafuso.

Carlos Henrique vestia um blusão azul e uma bermuda com detalhes verdes e usava sandálias azul. No corpo dele havia sinais de violência. Os suspeitos de cometer o crime fugiram do local.

A policia apura se o crime foi cometido no local ou se a área foi apenas utilizada como desova.

Investigação

Assim que o corpo foi encontrado, o Centro Integrado de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública da Bahia – CICOM, acionou equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para iniciar as investigações. Após a pericia no local do crime, o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Camaçari, e em seguida, será liberado para a família realizar o velório e sepultamento.

Agora, agentes da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) da região Metropolitana de Salvador investigam o crime. O caso foi registrado na Delegacia de Camaçari inicialmente como “homicídio simples de autoria desconhecida”. Mas a investigação ainda aguarda o resultado do laudo necroscópico do Instituto Médico-Legal (IML).

Os parentes e amigos da vítima não souberam informar para a polícia o que poderia ter motivado o assassinato. Eles devem ser ouvidos nas próximas horas.

Até esta publicação desta matéria, a Polícia Civil ainda atendia à ocorrência e não deu maiores detalhes sobre a investigação do homicídio.

Já a Polícia Militar realizou diligências na região para tentar encontrar os responsáveis. A polícia pede a ajuda da população para que façam denúncias anônimas pelo telefone: 71 3235-0000. É importante informar que todas as informações repassadas serão verificadas sempre com o absoluto sigilo para preservar a integridade física do denunciante.

Publicado em Camaçari

Uma grande operação da Polícia Militar de Campestre (MG) realizada nesta terça-feira (10) apreendeu diversos tabletes de maconha. O mais curioso da ação, é que a droga estava embalada com fotos do ex-presidente Lula atrás das grades.

Publicado em Brasil

O Congresso Americano ainda trabalha para tentar abrir processo de impeachment contra Donald Trump.

A comissão judiciária da Câmara dos Representantes (de maioria democrata) deve formalizar nesta quinta-feira (12) a abertura de uma investigação que pode determinar a possibilidade de iniciar o processo.

A informação foi divulgada pelo presidente da Comissão, Jerry Nadler, que há vários meses investiga o chefe de Estado americano, segundo a RFI.

O inquérito deverá apurar se o presidente exerceu algum tipo de pressão nas investigações sobre a influência russa em sua campanha eleitoral de 2016, para então determinar se ele pode ser acusado de obstrução de justiça.

A Comissão também quer destrinchar os gastos de Trump desde que assumiu o cargo. Além disso, os parlamentares querem descobrir se o presidente americano usou dinheiro da campanha eleitoral para “silenciar amantes”.

Em fevereiro, uma resolução de impeachment contra Trump foi enviada ao Comitê Judiciário, três meses depois de os democratas obterem o controle da Câmara, nas eleições de novembro de 2018.

Eles lançaram inquérito de fiscalização sobre o mandato de Trump em março e, depois disso, renomearam o documento como uma investigação de impeachment.

Publicado em Mundo

O filho do ex-senador Edison Lobão, Márcio Lobão,  foi preso nesta terça-feira (10) pela Polícia Federal, na 65ª fase da Operação Lava Jato. 

Márcio e o ex-senador são suspeitos de participarem de esquemas de corrupção envolvendo a construção da Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará e outras empresas como a Transpetro, subsidiária da Petrobras.

Segundo o MPF, eles teriam recebido R$ 50 milhões de propina da Odebrecht entre 2008 e 2014.  O dinheiro era entregue em espécie a um escritório de advocacia ligado à família Lobão no Rio de Janeiro. 

A investigação mostrou que os recursos eram lavados por meio da compra e venda de obras de arte e de imóveis, da simulação de empréstimos familiares e da movimentação de valores em contas abertas em nomes de empresas offshore.

Publicado em Brasil