Itens filtrados por data: Sábado, 10 Agosto 2019

Três jovens de Caetité sofreram um grave acidente no início da manhã deste domingo (11), na BR-430, trecho de Igaporã, no Centro Sul da Bahia. Segundo informações da web rádio Igaporã, as vítimas, que não tiveram as identidades divulgadas, voltavam de uma festa em Riacho de Santana quando o veículo capotou na saída para Caetité.

O carro, modelo Chevrolet/Celta, de cor prata e placa HMY-3292, de São Paulo, ficou destruído. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Igaporã prestou socorro às vítimas, que foram encaminhadas para o Hospital Municipal José Olinto Cotrim.

Dois jovens foram transferidos para o Hospital Regional de Guanambi, enquanto que o terceiro permaneceu na unidade de saúde local.

Publicado em Bahia

Bahia e Palmeiras se enfrentaram na tarde deste domingo (11), no Allianz Parque, pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro e o jogo só não foi melhor ainda por conta da demora na análise do VAR, que resultou em 10 minutos de acréscimo só no segundo tempo. A partida terminou empatada por 2 a 2, com dois gols de Dudu e dois de Gilberto.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira grande chance foi do Palmeiras. Aos 10 minutos, Marcos Rocha cruzou com a perna canhota e o estreante do dia, Luiz Adriano, cabeceou, levando perigo ao gol de Douglas. Logo aos 12 minutos, após um cruzamento de Gustavo Scarpa, o lateral Moisés cortou contra sua própria meta, Douglas defendeu, mas Dudu estava sozinho e só fez colocar a bola para dentro gol e abrir o placar. O outro grande lance foi novamente do time paulista, aos 17 minutos. Scarpa cobrou escanteio e Felipe Melo cabeceou com perigo, a bola pegou no chão e subiu demais, dando tiro de meta a favor do Esquadrão.

Aos 25 minutos do segundo tempo o Bahia teve a sua melhor de empatar após Élber roubar a bola ainda no setor defensivo e puxar um contra-ataque e deixar Gilberto "de cara para o gol". O camisa 9 driblou o goleiro adversário e chutou como pôde, mas Luan tirou a bola em cima da linha e evitou o gol de empate. Aos 30 minutos, Élber recebeu um passe de Flávio e arriscou de fora da área, exigindo uma boa defesa do goleiro Wéverton. O Palmeiras respondeu aos 32 minutos com uma boa jogada pela direita, onde Marcos Rocha cruzou rasteiro para Luiz Adriano, o atacante chutou bem e Douglas fez uma defesa fantástica, evitando o gol do alviverde. Aos 40 minutos, Scarpa chutou forte de fora da área e novamente Douglas evitou o segundo gol do Palmeiras.Bastante violento, o volante Felipe Melo mais uma vez perdeu a cabeça e numa dividida de bola pelo alto com Lucca usou o cotovelo e foi expulso por agressão ao atacante Tricolor. O lance gerou muita confusão e Lucca terminou levando cartão amarelo por discussão com o volante Bruno Henrique.

SEGUNDO TEMPO

Com um jogador a mais, o técnico Roger Machado decidiu ir pra cima e tirou Giovanni - que estava jogando de volante - e colocou o atacante Arthur Caíke, que logo aos quatro minutos cabeceou uma bola na mão de Diogo Barbosa, fazendo com que o árbitro marcasse uma penalidade após quase quatro minutos de espera do VAR. Gilberto foi para a cobrança e marcou o gol de empate do Esquadrão. Não deu muito tempo para os tricolores comemorarem, pois cinco minutos depois, Marcos Rocha cobrou lateral na cabeça de Dudu, ele tentou na primeira, Douglas defendeu e na segunda, com os pés, o atacante do Palmeiras marcou o segundo gol da equipe paulista.

Aos 35 minutos, mais uma vez o VAR entrou em ação e depois de muita demora, o juiz marcou pênalti para o Bahia novamente. Gilberto chutou no outro lado e enganou Wéverton, empatando mais uma vez a partida. Com um a mais desde o final do primeiro tempo, o Bahia terminou perdendo o volante Gregore, que tomou dois cartões amarelos e deixou o campo aos 41 do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA:
Palmeiras x Bahia - Série A (14ª rodada)

Data: 11 de agosto de 2019 (Domingo)
Horário: 16h00
Local: Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Igor Junio Benevenuto
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer e Ricardo Junio de Souza (MG)
VAR: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Gols: Dudu 2x (Palmeiras); Gilberto 2x (Bahia)
Cartões Amarelos: Marcos Rocha, Zé Rafael, Gustavo Scarpa, Dudu, Thiago Santos (Palmeiras); Giovanni, Lucca, Wanderson (Bahia)
Cartões Vermelhos: Felipe Melo (Palmeiras); Gregore (Bahia)
Público: 34.275 torcedores
Renda: R$ 2.160.817,20. 

Palmeiras: Wéverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Zé Rafael (Thiago Santos), Dudu e Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Felipão

Bahia: Douglas; Nino (Ezequiel), Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Gregore, Flávio (Ramires) e Giovanni (Arthur Caíke); Lucca , Élber e Gilberto. Técnico: Roger Machado

Publicado em Esportes

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar, a partir de terça-feira (13), a Medida Provisória 881/19, que estabelece garantias para a atividade econômica de livre mercado. A MP impõe restrições ao poder regulatório do Estado, cria direitos de liberdade econômica e regula a atuação do Fisco federal.

A análise da medida depende de leitura do ofício de encaminhamento do texto pela comissão mista.

O projeto de lei de conversão da matéria, de autoria do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), trata de diversos outros assuntos, desde taxas de conselhos de Farmácia até isenção de multas por descumprimento de tabela de frete rodoviário, passando pela liberação do trabalho aos domingos e feriados sem adicional.

O texto do deputado também muda a MP original quanto à regra de dispensa de qualquer licença prévia para liberar atividade de baixo risco. Ele acaba com a exclusividade para o caso de sustento próprio ou da família para estender a todo empreendimento de baixo risco, a ser definido por estados e municípios.

Até lá, o texto considera como de baixo risco o depósito e o armazenamento de produtos não explosivos; embalados hermeticamente; e em locais onde não ocorra fracionamento, dispensando de alvará também edificações de até 1,5 mil m² desde que vistoriadas pelo Corpo de Bombeiros.

Se observadas normas de proteção ao meio ambiente, condominiais, de vizinhança e leis trabalhistas, qualquer atividade econômica poderá ser exercida em qualquer horário ou dia da semana, inclusive feriados, sem cobranças ou encargos adicionais.

Trabalho aos domingos

Goergen acaba com as restrições de trabalho aos domingos e feriados, assim como o pagamento em dobro do tempo trabalhado nesses dias da semana se a folga for determinada para outro dia da semana.

Regra usada para o comércio, de folga no domingo a cada três semanas mediante convenção coletiva, passa a valer para todos, mas a cada quatro semanas e sem aval do sindicato.

Também não precisará mais haver escala de rodízio para o trabalho aos domingos e fica revogada a lei que proíbe o trabalho dos bancários aos sábados.

Licitações

Também na pauta consta a nova Lei de Licitações (PL 1292/95), que cria modalidades de contratação, exige seguro-garantia para grandes obras, tipifica crimes relacionados ao assunto e disciplina vários aspectos do tema para as três esferas de governo (União, estados e municípios).

O Plenário precisa votar os destaques apresentados ao texto do deputado Augusto Coutinho (Solidariedade-PE), cujo texto-base foi aprovado no fim de junho.

De acordo com o texto, a inversão de fases passa a ser a regra: primeiro se julga a proposta e depois são cobrados os documentos de habilitação do vencedor.

Outra novidade no relatório é a possibilidade de o poder público optar pela continuidade de um contrato mesmo após constatada irregularidade na licitação ou na execução contratual.

A ideia é não prejudicar o atendimento à população pela ausência de um serviço, obra ou material. Nesse caso, será obrigatória a cobrança de indenização por perdas e danos, sem prejuízo da aplicação de penalidades e da apuração de responsabilidades.

Um dos 23 destaques apresentados prevê a extinção da modalidade de contratação integrada, criada pela lei do Regime Diferenciado de Licitações (Lei 12.462/11). Nesse tipo, o contratado faz tudo relacionado ao objeto. Em uma obra, por exemplo, isso inclui desde o projeto básico até a entrega das chaves.

Outro destaque prevê inexigibilidade de licitação na compra de medicamentos para doenças raras pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicado em Política

Levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que a cada dez consumidores que começaram o mês de agosto com o CPF inscrito na lista de inadimplentes 37% devem até R$ 500. O levantamento constatou ainda que 53% dos brasileiros com contas atrasadas têm dívidas que não superam R$ 1 mil. Outros 20% devem algum valor entre R$ 1.000 e R$ 2.500 e 16% devem entre R$ 2.500 e R$ 7.500. A pesquisa mostrou ainda que cada consumidor inadimplente tem em geral duas dívidas em aberto.

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, a liberação dos saques das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ajudará a pagar essas pendências já que o valor é praticamente a metade de um salário mínimo. “Para quem está com contas em atraso, esse recurso extra poderá aliviar o bolso. Mesmo para quem tem uma dívida maior, esse dinheiro pode abater parte do valor do débito e contribuir em uma renegociação com parcelas menores, que possam caber no orçamento.”

O indicador constatou que em contas de serviços básicos como água e luz houve um crescimento de 16,03% no volume de atrasos em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado. Na sequência aparecem dívidas bancárias (cartão de crédito, cheque especial, empréstimos e financiamentos), com alta de 2,25% em relação ao mesmo mês do ano passado.

O número de consumidores com contas em atraso teve alta de 1,73% em julho em relação com o mesmo mês do ano passado, mas uma desaceleração em relação ao período anterior já que em julho de 2018 em relação ao mesmo mês de 2017 o aumento foi de 4,31%. Ainda assim no último balanço foi possível constatar que 40% da população adulta está inscrita em lista de inadimplentes.

Publicado em Brasil

Os proprietários de imóveis rurais podem entregar a partir desta segunda-feira (12), a declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. A Receita Federal vai disponibilizar o programa da declaração no site, a partir das oito horas da manhã. O prazo para entregar o documento vai até o dia 30 de setembro.

Todos os proprietários de imóveis têm a obrigação de enviar a declaração, até aqueles que perderam a posse da propriedade este ano. O valor do imposto devido poderá ser pago em até quatro parcelas iguais, se a parcela não for inferior a R$ 50. Se o total do imposto sobre propriedade territorial rural for menor que R$ 100, o dono do imóvel terá que pagar o valor à vista.

Aqueles que perderem o prazo de entrega da declaração que vai de 12 de agosto até 30 de setembro, terão que pagar multa de 1% calculado em cima de cada mês ou fração do atraso.

Este ano, a Receita espera receber mais de 5,7 milhões de declaração. Em 2018 foram entregues mais de 5,6 milhões declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural.

Publicado em Brasil

Um motorista colocou fogo no Poupatempo de Carapicuíba, em São Paulo, após se irritar com o atendimento em uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran). Segundo o Uol, José Antônio de Carvalho ficou irritado por não ter conseguido resolver um problema de documentação do seu veículo.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O homem teve o caminhão apreendido, pois estava com a documentação atrasada. Ele foi ao Poupatempo na manhã da última terça-feira (6) para regularizar a situação, e voltou à agência mais tarde para retirar seu documento que estaria pronto, quando foi informado que precisaria esperar mais, porque o sistema havia caído.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ainda de acordo com a publicação, o suspeito discutiu com uma funcionária, entrou por trás do balcão de atendimento com um galão de gasolina, começando a jogar o líquido sobre as mesas e ateou fogo.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Após ser preso, José Antônio explicou que ficou nervoso com a atendente, porque precisava do documento para trabalhar.

 

 

Por BNews

Publicado em Brasil

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos