Itens filtrados por data: Quarta, 24 Julho 2019

Devido a instabilidades no sistema do Ministério da Saúde utilizado nas unidades de saúde de Camaçari para marcação de consultas e exames, a abertura da agenda para marcações do mês de agosto, que estava prevista para esta sexta-feira (26/7), foi adiada para semana que vem em nova data que será comunicada antecipadamente.

A instabilidade no Sisreg (Sistema de Regulação do Ministério da Saúde) não está afetando apenas Camaçari, mas todos os municípios brasileiros que fazem uso do sistema.

Para evitar este problema, a Secretaria de Saúde está desenvolvendo um sistema próprio que, além de realizar o prontuário eletrônico, será responsável também pelo sistema de marcação. O programa já está em fase final de testes para entrar em funcionamento ainda neste segundo semestre.

Publicado em Camaçari

 O auditório do Centro Educacional Escola Yolanda Pires, no Jardim Limoeiro, lotou na tarde desta terça-feira (23/7) para receber a oficina do Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC). O local estava repleto de crianças com idade entre 9 e 13 anos que integram as turmas do 3º, 5º e 6º ano escolar. A ação visa abordar, numa linguagem mais próxima do público, alguns dos 24 eixos trabalhados para a construção do Plano Municipal para a Infância e Adolescência (PMIA).

Na ocasião, além de um bate-papo descontraído com a criançada sobre temas como abuso sexual, erradicação do trabalho infantil e perspectivas de vida, a meninada assistiu um filme que abordou assuntos como bullying, medidas socioeducativas, furto, e os prejuízos do uso de álcool e outras drogas. Os estudantes participaram de dinâmicas e ainda tiveram a oportunidade de conhecer uma modalidade esportiva, o boxe, e interagir com alunos e instrutor oriundos da Cidade do Saber.

“Esta é a 23ª escola a receber a oficina e a nossa meta é atingir 52 unidades até outubro”, explicou a subsecretária da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), Janete Ferreira, que também coordena o PPAC. Janete esclareceu também que dentre as dinâmicas realizadas estavam questionários sobre diversos aspectos do dia a dia das crianças, feitos com o propósito de entender a rotina deles e perceber a importância e os efeitos disso para eles. Todo o material será avaliado por profissionais do Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie).

A cada oficina diversos atores que compõem a rede colaborativa do programa, a exemplo de instituições religiosas, conselhos municipais, órgãos estaduais e municipais, como secretarias e autarquias, membros do Poder Legislativo, associações de classe, além de Organizações da Sociedade Civil (OSCs), participam do ato trazendo novos elementos e perspectivas para a meninada. Dessa vez, a Ouvidoria Municipal, órgão que recentemente passou a contribuir com o programa, marcou presença através do servidor Joniel Rios que explicou o que é e como funciona o setor, tentando assim fortalecer o canal de diálogo com os jovens e familiares.

O gerente de Educação da Cidade do Saber, Reinaldo Santos, falou sobre os cursos e modalidades esportivas ofertadas no complexo e o público assistido. “É necessário envolver essas crianças com atividades que as motivem, que promova saúde e as mantenham longe de situações de violência e da criminalidade”, disse ao acrescentar, “E, com esse objetivo, hoje eu trouxe o professor Nelson e seus alunos, que são semiprofissionais, para apresentar como o boxe funciona e fazer demonstrações de lutas com a garotada presente”, concluiu.

O aluno, Leandro Macêdo de Jesus, 11 anos, achou muito bacana ter a oportunidade de falar o que pensa sobre diversos assuntos. “Gostei de tudo, mas a parte do boxe foi a que mais gostei”, disse o menino. Lunna Clara Carvalho, estudante do 6º ano, disse que o assunto que mais chamou a sua atenção foi o tema trabalho infantil. “A partir de agora vou ficar atenta e, se eu achar situações assim, vou denunciar”, disse determinada. Lunna também gostou muito de participar da aula demonstrativa de boxe. “Meu tio é boxeador”, falou justificando o entusiasmo com o esporte.

Em Camaçari, o PPAC é coordenado pela Secretaria de Relações Institucionais (Serin) e conta com um Grupo de Trabalho Coordenador (GTC), composto pela coordenadora Janete Ferreira e mais seis profissionais da administração municipal, entre eles Rubem Almeida, integrante que pertence à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e conduziu a meninada durante a oficina.

 
Publicado em Camaçari

O Ministério da Economia anunciou na última quarta-feira (24) a liberação do saque das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), com previsão de injetar R$30 bi na economia do país e estimular o consumo.

Foi determinado um limite de saque de R$ 500 por conta. Portanto, um trabalhador que tenha duas contas inativas e uma ativa, poderia sacar, no máximo, R$ 1.500. Os saques anuais poderão ser feitos a partir de 2020.

Muita gente ainda não sabe o que fazer com o dinheiro do FGTS: pagar dívidas, investir ou até mesmo utilizar para lazeres. Carlos G. Chaves, que é graduado em Administração, pós-graduado em Marketing e autor do projeto “Aprenda a Pescar”, reuniu dicas de como fazer bom uso do FGTS. Confira:

1) Se possui dívidas utilize o FGTS para pagá-las

Viver sem dívidas é a base do bem-estar econômico. Devemos cultivar este hábito desde cedo.  Eliminar dívidas deve ser o primeiro passo para quem possui pendências financeiras e recebeu o FGTS. Deixe de dever! As dívidas são uma bola de neve. É preciso pará-la. Faça como ensinou Dave Ramsey, com quem muito temos a aprender sobre finanças: liste todos os seus débitos (deixe fora apenas a dívida de financiamento habitacional). Considere os carros, os empréstimos estudantis, os cartões de crédito e de lojas (supermercados e magazines). Ponha-os em ordem de saldo, do menor para o maior.

Observe as dívidas com as taxas de juros mais altas e proponha-se a pagá-las primeiro. Assim você estará usando o método da bola de neve a seu favor. Após tudo isso, é hora de atacar a primeira dívida da sua lista. Pague o máximo que puder a cada mês (seguindo a ordem da lista), enquanto faz os pagamentos mínimos em suas outras dívidas.

Fique focado 24hs por dia em eliminar a lista de dívidas. Venda tudo o que puder para ganhar um dinheiro extra. Consiga um segundo emprego ou uma renda extra. Objetivo claro: você quer se livrar das dívidas o mais rápido possível!

É um trabalho difícil, mas é assim que a vitória acontece! As pequenas vitórias que você faz no começo vão mantê-lo motivado a exterminar todas as suas dívidas (das menores para as maiores). E antes que você perceba, estarás livre das dívidas!

2) Se não possui dívidas utilize o FGTS para formar um fundo de emergência

Você provavelmente entrou nas dívidas porque não tinha um fundo de emergência. Então, não repita o erro. Faça uma reserva. Seu objetivo, nesta etapa, deve ser economizar R$ 1.000,00 o mais rápido possível.Essa economia, chamada de fundo de emergência,  cobrirá os eventos inesperados. Sem tal economia, conforme dito acima, grande parte das pessoas precisará endividar-se para cobrir as despesas não planejadas, como um vazamento na
cozinha ou contas médicas.

Assim, é imprescindível que tenhas uma reserva de emergência. Ainda a respeito do fundo, é necessário que mantenhas seu fundo de emergência em uma conta separada para que não venhas a gastá-lo em coisas que não são realmente emergenciais. Sugiro utilizar o Tesouro Selic que possui liquidez diária para  investir os recursos do fundo de emergência.

3) Após formar um fundo de emergência que possua de 3 a 6 meses do seu custo fixo mensal,  você pode começar a pensar a investir seu dinheiro em fundos de investimentos com maior potencial de retorno
e maior risco.

 

 

Publicado em Brasil

Mais uma ação do programa Educar pra Valer acontece em Camaçari, no auditório da Diretoria Pedagógica (DIPE). Nesta quinta-feira (25/7) foi iniciada a apresentação da Análise do Diagnóstico com a participação do prefeito Elinaldo Araújo, e da secretária de Educação, Neurilene Martins, para a equipe técnica da Secretaria de Educação (Seduc), da DIPE e do Centro de Referência em Inclusão Escolar (CRIE).

Os resultados foram obtidos através de provas de língua portuguesa e matemática, para os estudantes do 2º e 5º ano da rede municipal. A avaliação tem como objetivo conhecer a situação de aprendizagem, refletir sobre a educação municipal, nos aspectos administrativos, pedagógicos e financeiros e elaborar um plano de ação.

“O mais importante é a gente conhecer a realidade, descobrir o que está errado e buscar caminhos para melhorar. A viagem que fiz para Sobral foi muito importante e pude perceber que a diferença está no detalhe, que temos de aplicar para melhorar a nossa avaliação. Quero fazer a minha parte de forma séria e segura”, destacou o prefeito Elinaldo.

Os investimentos que a Prefeitura de Camaçari tem realizado na Educação foram citados pela titular da pasta, Neurilene Martins, “serão R$ 3 milhões investidos, através da Corporação Andina de Fomento (CAF), para contratar a construção de cadernos pedagógicos, de português, matemática, história, geografia e ciências da natureza. Com eles, nossos alunos vão ter os nossos espaços, como fotos da feira, como contexto para aprender o mundo”. Ela ainda pontuou que já tem R$ 3 milhões liberados para fazer as ações, dentro do calendário especial deste ano.

A coordenadora estadual do Educar pra Valer, Sílvia Monteiro, reconheceu o protagonismo que a gestão municipal está dando ao programa. “Desde a ida a Fortaleza senti uma vontade muito verdadeira. Vocês nos passaram essa verdade e por causa dessa preocupação com a educação estamos aqui hoje. Acredito que a educação de Camaçari merece um lugar de destaque no cenário nacional e estadual porque temos aqui pessoas que querem que as crianças aprendam”.

A apresentação da Análise do Diagnóstico do Educar pra Valer segue até sexta-feira (26/7) e alguns documentos serão entregues, como o parecer das provas, gráficos de indicadores dos dados do município e uma análise pedagógica. Esses resultados também serão apresentados para os diretores escolares e professores.

Publicado em Camaçari

No dia 30 de julho é a vez de lançar o Mais Agricultura, programa inédito no Estado, que possibilita a compra, com recursos próprios, de itens da agricultura familiar direto do produtor. O ato será às 8h, no auditório da Casa do Trabalho. A ação marca também a comemoração pela passagem do Dia do Agricultor, celebrado em 28 de Julho.

Os alimentos adquiridos pelo Programa Municipal Mais Agricultura serão distribuídos entre entidades socioassistenciais públicas e privadas, a exemplo de creches, abrigos e os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Atenção Psicossocial (Caps). A medida incentiva a produção agrícola ao mesmo tempo em que fortalece as ações desenvolvidas por instituições beneficentes do município que cuidam de um público variado, como crianças, idosos, pessoas com deficiência e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Inicialmente serão adquiridos mais de 50 produtos, entre frutas, hortaliças, raízes e outros itens que complementarão a alimentação do público beneficiado pela ação. Os alimentos serão comprados pela Sedap e entregues ao Banco de Alimentos, órgão da Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), pasta responsável pela distribuição. A expectativa é de que 2 mil famílias sejam beneficiadas.

Até 2017, o município operou com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, que tinha o mesmo objetivo do recém criado no município, contribuir para o enfrentamento da fome e da pobreza e possibilitar o escoamento da produção da agricultura familiar, fortalecendo a atividade. Com o corte de recursos pelo programa da união, a administração trabalhou na elaboração de uma política pública para que agricultores não ficassem prejudicados por mais tempo.

Publicado em Camaçari

Atenta e comprometida com ações preventivas, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), vem atuando em diversas localidades para evitar e amenizar possíveis transtornos para a população. Com esta proposta, a Seinfra executa os serviços de drenagem na Rua Alabar, localizada no bairro Parque Verde I, na sede do município.

De acordo com engenheiros da secretaria, esta obra vai atravessar a Avenida Lauro de Freitas. Trata-se de uma rede de drenagem de manilha de 600 milímetros com uma extensão de 160 metros. O serviço vai atender a demanda das duas ruas, permitindo o escoamento das águas pluviais, evitando pontos de alagamento e proporcionando maior trafegabilidade aos moradores da região.

O prazo da conclusão dos serviços é de duas semanas, podendo ser prorrogado ou reduzido, mediante condições climáticas. A obra de drenagem no Parque Verde I soma a outros grandes serviços de mobilidade que estão sendo executados pela Prefeitura.

Publicado em Camaçari

Um grupo de 8 homens armados, disfarçados de policiais federais, invadiu o terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, por volta das 14h30 desta quinta-feira (25).

Os bandidos entraram no aeroporto com viaturas semelhantes às da Polícia Federal, modelos  Triton e Pajero Dakar, as duas sem placas. Foram roubados cerca de 750 quilos de ouro, montante avaliado em US$ 30 milhões (cerca R$ 113 milhões).

Parte da carga seria exportada para Zurich, na Suíça e outra parte, para Nova York, nos Estados Unidos e o Departamento de Investigações Criminais (Deic) deve assumir a ocorrência.

O grupo entrou pelo Terminal de Carga e Exportação do aeroporto. Ao chegarem no local, desembarcaram com fuzis, carabinas, pistolas e abordaram um funcionário do local anunciando o assalto.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os bandidos mantiveram a família do supervisor da logística refém na noite anterior e tiveram acesso a informações privilegiadas. Câmeras de segurança registraram a ação dentro do terminal.

As viaturas clonadas foram abandonadas no Jardim Pantanal, na Zona Leste de São Paulo. Os ladrões então entraram em uma camionete S-10 e em uma ambulância com a carga roubada. O helicóptero da polícia não pode sobrevoar a região do aeroporto, o que dificulta as buscas.

Publicado em Brasil

O partido venezuelano “Primero Justicia” denunciou: enquanto tantas pessoas morrem de fome no país, mais de 200 milhões de dólares são investidos no Foro de São Paulo.

O Foro começou hoje (25) em Caracas, na Venezuela. Esta é a XXV edição do encontro, que segue até domingo (28).

Entre as discussões em pauta no evento estão as “consequências dos avanços do imperialismo” no mundo, apoiando o diálogo político no Venezuela, assim como a manifestação de solidariedade ao ex-presidente preso, Luiz Inácio Lula da Silva, que é um dos fundadores do Foro.

O Primero Justicia se colocou em oposição à realização do evento, enquanto o país passa pela pior crise humanitária da história.

Imagem

“Nós, venezuelanos, rejeitamos a presença deste clube de adoradores de Nicolás-Maduro (…), nossa voz de protesto será sentida em todo o país para que o mundo saiba que na Venezuela o Foro de São Paulo é não grato”, diz o comunicado do partido.  “O evento é sem dúvida uma zombaria e um novo assalto à nação. Representa o pior da política, da corrupção, do autoritarismo, do sofrimento do povo e do fim da democracia ”, acrescenta ainda.

Alguns membros do movimento estudantil venezuelano estiveram na sede de realização do Foro, o Alba Hotel, para expressar sua oposição ao evento. Eles chamam o Foro de “Foro da morte” e utilizam no Twitter, a hashtag “#ForoDeHambreYCorrupción”.

Publicado em Política

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos