Itens filtrados por data: Domingo, 05 Maio 2019

O Conselho de Comunicação Social (CCS) do Congresso Nacional, debaterá nesta segunda-feira (6/5), no Senado, o relatório do pacote anticrime do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Além de debater o relatório sobre o pacote anticrime, de autoria da comissão de relatoria, o grupo apresentará prioridades de projetos de lei sobre comunicação social em tramitação no Congresso Nacional.

Na Câmara, o pacote anticrime está sendo analisado pelo Grupo de Trabalho sobre Legislação Penal e Processual Penal.

O CCS tem como atribuição a realização de estudos, pareceres, recomendações e outras solicitações que lhe forem encaminhadas pelo Congresso Nacional.

Publicado em Política

Nesta sexta-feira (3/5), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, respondeu a matéria “Governo descumpre prazo e trava 86% do orçamento para enfrentar a mudança climática”, do G1. Segundo a matéria, o orçamento do governo federal sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em janeiro, prevê o investimento de R$ 415 milhões para o país se adaptar aos efeitos da mudança climática.

No tweet, o ministro ressalta que em vez de financiar palestras, seminários e “estudos científicos” dos mesmos de sempre, o ministério destinará os recursos para acabar com os lixões no Brasil. “Isso sim é atuar contra as mudanças climáticas e defender o meio ambiente e qualidade de vida das pessoas.“, afirmou o ministro

Exclusividade: ministro fala ao Terça Livre

Nesta segunda-feira (6/4), o ministro concedeu ao Terça Livre, com exclusividade, detalhes sobre a prioridade da pasta.

O ministério do Meio Ambiente entendeu que a prioridade para o país é a agenda de qualidade ambiental urbana, essa agenda de qualidade ambiental urbana envolve vários temas, dentre eles o saneamento, o combate aos lixões, a melhoria na qualidade do ar, o combate ao lixo no mar, também a descontaminação de áreas e a revegetação, aumento de áreas verdes dentro de áreas urbanas.

Nós entendemos que esses pontos são os pontos que estão muito ruins no meio ambiente do país, ao contrário do que dizem, o nosso problema não está no campo, portanto nas cidades e é isso que nós vamos fazer tornando inclusive os investimentos em apoio bastante concreto pros municípios e também para aquelas entidades que estão envolvidas nesses temas prioritários ligados a agenda do ministério.“, informou o ministro.

Ministro apresenta prioridades da pasta à Comissão de Meio Ambiente

Ao apresentar as prioridades da pasta à Comissão de Meio Ambiente do Senado, em março, o ministro Ricardo Salles destacou a agenda ambiental urbana, manifestando preocupar-se com saneamento, resíduos sólidos e qualidade do ar.

Iniciativas do ministério

O Programa Nacional Lixão Zero lançado em abril, é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente que visa atender à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), com o objetivo de eliminar os lixões existentes no país e apoiar os municípios em soluções mais adequadas de destinação final dos resíduos sólidos, como os aterros sanitários.

O programa é dividido em cinco partes.

  • Na primeira, faz um diagnóstico do problema dos resíduos sólidos no Brasil.
  • Na segunda, apresenta a situação desejada relativa à gestão integrada dos resíduos.
  • Na terceira, cita indicadores para auxiliar o monitoramento dos avanços relativos à implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.
  • Na quarta, o programa destaca os eixos de implementação para a concretização da situação desejada.
  • Na quinta e última seção, é apresentado o plano de ação com as medidas prioritárias e detalhadas para enfrentamento da realidade dos resíduos sólidos urbanos no país.

Para cada ação, são apresentadas as justificativas, os objetivos, os indicadores, o orçamento, o prazo de conclusão e os responsáveis pela execução dos trabalhos.

O Plano de Combate ao Lixo no Mar, lançado em março deste ano pelo ministério do Meio Ambiente, apresenta seis eixos de implementação e está dividido em 30 ações de curto, médio e longo prazo, com ênfase em soluções pragmáticas e concretas que contribuam para a melhoria da qualidade ambiental no curto prazo.

  1. resposta imediata;
  2. gestão de resíduos sólidos;
  3. pesquisa e inovação tecnológica;
  4. instrumentos de incentivo e pactos setoriais;
  5. normatização e diretrizes;
  6. educação e comunicação.

Entre as ações, estão previstos projeto piloto para instalação de dispositivos de retenção, como redes coletoras em galerias pluviais e barreiras flutuantes em rios e afluentes; mutirões para a limpeza de praias e mangues; estímulo à coleta seletiva e logística reversa nos municípios costeiros; fomento a projetos de inovação tecnológica para aproveitamento do plástico recolhido do ambiente marinho.

Publicado em Brasil

Nesta terça-feira (7/5), em audiência pública no Senado, a comissão mista presidida pelo deputado Padre João (PT-MG), que analisa a medida provisória que ajuda às vítimas de Brumadinho, ouve representantes do Ministério da Cidadania; da Prefeitura de Brumadinho (MG), da Câmara Municipal da cidade, das famílias vítimas da tragédia e um profissional da área de assistência social atuando na cidade. O relator da medida é o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

A medida institui auxílio emergencial de R$ 600, em parcela única, para famílias beneficiárias do Programa Bolsa
Família, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social e da Renda Mensal Vitalícia, residentes em Brumadinho (MG), em decorrência do estado de calamidade pública.

No dia 25 de janeiro, a barragem da mineradora Vale em Brumadinho, rompeu soterrando centenas de pessoas e poluiu o Rio Paraopeba, afluente do Rio São Francisco. Os últimos números da Defesa Civil apontam para 225 mortos e 52 pessoas desaparecidas.

Publicado em Brasil

Os mais de 2,5 milhões de eleitores em situação irregular no Brasil têm até esta segunda, 6, para regularizar a situação e evitar o cancelamento de seus títulos de eleitor. Estão nesta situação eleitores que não votaram e não justificaram ausência por três votações consecutivas.

Publicado em Brasil

Está chegando o dia do contribuinte ajudar a fazer uma Camaçari melhor. É que o fim do prazo para pagamento da cota única, com 10% de desconto, e da primeira e segunda parcela do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) 2019 é na sexta-feira, dia 10 de maio.

Através do IPTU, a população tem acesso a diversos benefícios, através dos serviços realizados pela Prefeitura, como asfaltamento de ruas, recuperação de calçadas, reforma de escolas, limpeza urbana, melhorias no trânsito, dentre outros.

As pessoas que não receberam o carnê deverão acessar o site da Prefeitura (www.camacari.ba.gov.br), no link “IPTU”, no portal da Secretaria da Fazenda (Sefaz) ou clicando neste link para emitir a segunda via.

Também é possível ter acesso ao serviço nas Centrais de Atendimento Municipal (CAMs), localizadas no Centro Administrativo, na sede do município; na Prefeitura Avançada da Orla, em Vila de Abrantes; e no Shopping Guarajuba, no distrito de Monte Gordo.

O contribuinte que decidir pagar parcelado precisa lembrar que o vencimento das cotas será sempre no dia 10 dos meses subsequentes. Neste caso, cada prestação não pode ser inferior a R$ 35,00 e a divisão acontecerá em até nove vezes.

Outras informações podem ser obtidas através do Call Center da Sefaz, pelo número 0800 280 6965.

Publicado em Camaçari

Maykon Soares, coach de misses, falou com QUEM sobre a morte de Gabriela Viegas, Miss Ilhéus 2018, que morreu no sábado (4) aos 27 anos. Os dois se tornaram amigos durante a preparação para o Miss Bahia 2018, concurso em que ela ficou entre as dez finalistas.

“Gabi era uma menina delicada, uma verdadeira miss. Ela participou por dois anos Miss Bahia e não obteve classificação. Em 2018, ficou entre as dez finalistas. A ideia de ser miss veio da determinação que ela tinha em se superar. Mais jovem, ela era uma menina acima do peso, como ela chegou a mostrar em fotos publicadas no Instagram”, disse, explicando que Gabriela lutou, por anos, contra a balança.

Natural de Ilhéus, cidade do litoral sul baiano, Gabriela morava em Salvador, onde estudava medicina na Universidade Federal da Bahia, e teria cometido suicídio em Belo Horizonte, município onde reside o noivo, o consultor fitness Lucas Ferrara.

De acordo com o coach, ela sofria de depressão, mas não costumava falar sobre o assunto, uma vez que gostava de se colocar na posição de ouvinte. “Foi incrível prepará-la para o concurso de miss. Não esperava encontrar uma menina tão bacana. Sei que o estilo de vida de uma miss é muito próprio e ela era uma menina que queria o bem do próximo, que tinha gratidão… Ela me ligava para agradecer. A gente tinha um laço muito grande, a depressão, que é um assunto que precisa ser mais discutido e debatido na sociedade. Eu ligava para falar dos meus problemas a ela. Eu também vivo com a depressão, contava da minha vida, ela sempre me levantava, me botava para cima. Mal sabia eu que ela vivia uma situação pior que a minha. Meu erro foi falar muito de ouvir pouco. Ela foi meu alicerce, meu refúgio”, diz o coach, com a voz embargada, em conversa com QUEM na tarde deste domingo (5). “A depressão é um grande mal. Eu vivo na pele”, completa.

SONHOS

Maikon conta que Gabriela e o noivo tinham um relacionamento sólido. “Ela tinha muitos sonhos. Queria se formar, casar, ser mãe”, disse o coach, afirmando que recebeu a confirmação da morte da Miss Ilhéus pelo noivo dela. “Meu Instagram, ontem, começou a bombar de gente perguntando sobre a Gabi. O Lucas me confirmou que era verdade. Não sei como foi, onde foi, o que ela fez”, diz. Ele conta ainda que havia conversado com a miss durante a semana e não percebeu nada diferente, além da retirada da foto de perfil do WhatsApp, aplicativo de conversas pelo smartphone.

NOIVO

“Gabi e Lucas se amavam muito. Ele está muito abalado. Ele disse que ainda não estava em condições [de conversar]. O relacionamento ia bem, eles faziam planos juntos. Quando falei com ele, entendi que o momento é dele, ainda terá que assimilar o que aconteceu. É um momento muito doloroso.”

Publicado em Brasil

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.148 da Mega-Sena, realizado às 20h (horário de Brasília) deste sábado (4) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 08 – 15 – 32 – 33 – 58 – 59.

A quina teve 296 acertadores; cada um levará R$ 37.666,84. Outros 21.684 apostadores acertaram a quadra; cada um receberá R$ 734,53.

O próximo concurso (2.149) será na terça-feira (7), também em São Paulo. O prêmio é estimado em R$ 170 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
 
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003.
Publicado em Brasil

Barras de maconha avaliadas em cerca de R$ 350 mil foram localizadas enterradas, na manhã deste sábado (4), em um imóvel abandonado, na localidade conhecida como Mutirão de Abrantes, região da Orla do município de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador.

Equipes da 59ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Vila de Abrantes) faziam uma ação se rotina no local, quando perceberam a terra remexida e decidiram escavar. No local encontraram 250 kg de maconha prensada, dividida em 166 barras.

O comandante da 59ª CIPM, major Jorge Paraíso, lembrou que esta foi a segunda grande apreensão na região, em um curto período. “Em menos de uma semana encontramos cerca de 400 quilos de drogas, dando um tombo no tráfico da região”, revelou. Na última segunda-feira (29), policiais da unidade encontraram 120 quilos de maconha.

 

Todo o material foi encaminhado para a sede a 26ª Delegacia Territorial (DT/ Vila de Abrantes).

Publicado em Camaçari

A Petrobras anunciou um aumento médio de R$ 0,0577 por litro no preço do diesel em suas refinarias a partir deste sábado (4), para R$ 2,3047 por litro, em média, enquanto as cotações da gasolina foram mantidas inalteradas, segundo informações divulgadas hoje no site da companhia.

O reajuste, de 2,57%, é o primeiro praticado pela petroleira para o diesel desde 18 de abril, quando os preços subiram 4,8%.

Gás de cozinha sobe 3,4%

A Petrobras também anunciou um aumento médio de 3,4% no preço do GLP (gás liquefeito de petróleo) de uso residencial, o gás de cozinha, para R$ 26,20 por botijão de 13 quilos, na média nacional. O reajuste entra em vigor a partir de domingo (5).

O último reajuste do gás de cozinha foi em fevereiro, quando os preços subiram cerca de 1%.

A companhia disse que os ajustes no preço do GLP-P13 acontecem trimestralmente para suavizar impactos da volatilidade no mercado externo sobre os valores domésticos.

Segundo a Petrobras, o mecanismo de reajuste concilia, de um lado, a necessidade de praticar preços para o GLP referenciados no mercado internacional e, de outro, resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que reconhece “como de interesse para a política energética nacional” a comercialização do produto.

Publicado em Brasil

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos