Itens filtrados por data: Segunda, 04 Novembro 2019

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) estima que a economia deve ter apresentado crescimento no terceiro trimestre e pode acelerar nos períodos seguintes.

É o que diz a ata da última reunião do Copom, divulgada hoje (5), em Brasília. No último dia 30, o comitê reduziu a taxa básica de juros, a Selic, para 5% ao ano, com corte de 0,5 ponto percentual.

Para o Copom, o ritmo de crescimento da economia, excluídos efeitos de estímulos temporários, será gradual. “O comitê estima que o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter apresentado crescimento no terceiro trimestre. Os trimestres seguintes devem apresentar alguma aceleração, que deve ser reforçada pelos estímulos decorrentes da liberação de recursos do FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço] e PIS-Pasep [Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público] – com impacto mais concentrado no último trimestre de 2019”, explicou a ata.

O resultado do PIB do terceiro trimestre será divulgado no dia 3 de dezembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Reformas

Na ata, o Copom destacou a “relevância da aprovação da reforma da Previdência pelo Congresso Nacional”, mas reforçou a “importância da continuidade do processo de reformas e ajustes que gerem sustentabilidade da trajetória fiscal”.

“Ao reduzirem incertezas fundamentais sobre a economia brasileira, essas reformas tendem a trabalhar no mesmo sentido da política monetária e,
portanto, estimular o investimento privado. Esse potencial efeito expansionista deve contrabalançar impactos de ajustes fiscais correntes sobre a atividade econômica, além de mitigar [suavizar]os riscos de episódios de forte elevação de prêmios de risco [retorno adicional cobrado por investidores para aceitar correr maior grau de risco]”, disse.

“O Copom reiterou o entendimento de que uma aceleração do ritmo de retomada da economia para patamares mais robustos também dependerá de outras iniciativas e reformas microeconômicas que visam ao aumento de produtividade, ganhos de eficiência, maior flexibilidade da economia e melhoria do ambiente de negócios”, acrescentou.

Inflação

Para o Copom, as projeções de inflação estão em “níveis confortáveis”. “As estimativas e projeções de curto prazo indicam que a inflação acumulada em 12 meses ainda deve ter recuado em outubro, para níveis ao redor das mínimas observadas durante o regime de metas para a inflação, voltando a se elevar ao longo dos últimos meses do ano”, projetou o Copom.

Essa trajetória de curto prazo, acrescentou, reflete uma inflação abaixo do esperado pelo Copom em setembro e revisão, também para baixo, da projeção referente ao mês de outubro.

“Para o último bimestre deste ano, foram revistas as projeções de alguns preços administrados, que, por sua vez, compensaram aquelas surpresas desinflacionárias, mantendo a projeção de inflação estável em relação à da reunião anterior”, afirmou o Copom.

Próximos passos

Na ata, o comitê sinalizou que deve voltar a cortar a taxa Selic em 0,5 ponto percentual em dezembro. “O Copom debateu, então, a conveniência de oferecer alguma perspectiva sobre possíveis cenários para a política monetária. Decidiu comunicar sua avaliação de que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir um ajuste adicional, de igual magnitude, no grau de estímulo monetário”, afirmou a ata.

Sobre novos ajustes, a partir de 2020, “os membros do Copom decidiram reforçar que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela em eventuais novos ajustes no grau de estímulo.

“O Copom julgou ser fundamental reiterar que a comunicação dessa avaliação não restringe suas próximas decisões e enfatizar que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação”, finalizou.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil

O presidente Jair Bolsonaro é aguardado hoje (5), às 11h, no Senado para a entrega de propostas das próximas reformas que o governo quer ver aprovadas.

O esforço é uma sequência à aprovação da reforma da Previdência, ocorrida no fim de outubro. Além de Bolsonaro, o ministro da Casa Civil, Oxyx Lorenzoni, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, deverão acompanhar o presidente.

Bolsonaro e seus ministros serão recebidos pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), no gabinete da presidência do Senado. Após a entrega das propostas, está prevista uma entrevista coletiva para detalhar as ações do governo. A presença de Alcolumbre na coletiva está confirmada. A assessoria do Palácio do Planalto, no entanto, não confirmou se Bolsonaro também falará com a imprensa.

O governo apresentará três propostas de emenda à Constituição (PEC). A primeira PEC traz gatilhos que elevam o controle fiscal para conter o avanço de gastos obrigatórios, principalmente com funcionalismo e benefícios sociais.

A segunda proposta traz uma espécie de regra de ouro para os estados, um instrumento que proíbe o endividamento público para pagar as despesas correntes, como os salários do funcionalismo público, benefícios de aposentadoria, contas de luz e outros custeios.

A terceira PEC vai propor ampla revisão dos fundos constitucionais e infraconstitucionais.

Hoje, são 260 fundos desse tipo. O governo ainda pode apresentar uma quarta PEC, a da reforma administrativa. Essa proposta alteraria as regras do serviço público, como a estabilidade, por exemplo.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Política

Ao completar 300 dias de governo, o presidente Jair Bolsonaro faz um balanço das últimas viagens e comemora os novos investimentos no país, em cerimônia prevista para hoje (5) no Palácio do Planalto. O governo deve apresentar também novas propostas de reformas para promover a eficiência do Estado e impulsionar a economia e a geração de empregos.

Depois da aprovação da nova Previdência, o governo quer se concentrar na reforma do Pacto Federativo, para equilibrar o orçamento de todos os entes federados. Em entrevista na semana passada, Bolsonaro afirmou que deve levar a proposta pessoalmente ao Congresso e que espera consenso no Parlamento para a provação do texto. A revisão do Pacto Federativo pretende dar mais dinheiro para estados e municípios, além de desvincular e desindexar o Orçamento da União.

A reforma administrativa também está no radar da equipe econômica. Uma das medidas do governo deve ser a redução do número de cargos intermediários e mudança na estabilidade de novos concursados para o serviço público. Os atuais servidores e os de carreiras típicas de Estado, entretanto, devem manter a estabilidade. Atualmente, todos os servidores públicos estatutários têm direito à estabilidade no cargo após três anos de atividade.

O presidente Jair Bolsonaro se preocupa ainda com a alta carga tributária no país, que, segundo ele, encarece a cadeia produtiva e é um entrave à competitividade dos produtos brasileiros para exportação. A primeira parte do projeto de reforma tributária que será encaminhado ao Legislativo deve tratar da simplificação do PIS/Cofins.

Viagens

A criação de empregos no país já totaliza 761.776 de janeiro a setembro, 6% a mais que no mesmo período do ano passado. Para Bolsonaro, o saldo positivo é um sinal de recuperação da economia e confiança dos investidores no país.

O presidente comemora ainda os acordos bilaterais e investimentos anunciados durante sua última viagem à Ásia e ao Oriente Médio. Durante dez dias, ele passou por cinco países apresentando as reformas que o governo brasileiro está empreendendo na área econômica e as oportunidades no país.

O grupo Mubadala, um dos dois grandes fundos soberanos dos Emirados Árabes Unidos, anunciou mais investimentos no Brasil, assim como o Fundo de Investimento Público saudita (PIF), que pretende desenvolver projetos da ordem de US$ 10 bilhões. Com esses recursos, o governo brasileiro quer impulsionar os projetos de infraestrutura e de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). De acordo com Bolsonaro, o Brasil já recebeu US$ 28 bilhões em investimentos estrangeiros nos primeiros seis meses de 2019.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Política

Já está perto de começar a 3ª Jornada Universitária e Feira de Ciência e Tecnologia de Camaçari, que acontece na quarta (6/11) e quinta-feira (7/11), das 8h às 16h, na Cidade do Saber. O evento, que teve a quantidade de dias ampliados, contará com a participação de instituições de ensino e ofertará diversas atividades para o público esperado, que é de cerca de 2 mil estudantes.

Na quinta-feira, às 9h, ocorrerá a solenidade de abertura do evento, com a presença do prefeito Elinaldo Araújo e de secretários municipais. Na oportunidade, será realizado um painel com o tema Recursos Digitais e o Profissional do Século XXI, com o docente do Campus Camaçari da UFBA, André Luis Sousa Sena, e com Ian Zdanowsky, do Google For Education.

A Feira de Ciência e Tecnologia contará com a presença de instituições de ensino técnico e superior, nas modalidades presencial e à distância, que além de apresentar os cursos oferecidos, trará diversos atrativos tecnológicos para expor. Algumas instituições também apresentarão condições especiais para matrícula feitas no local.

Participam da ação cerca de 20 estabelecimentos educacionais, além de empresas e institutos de intermediação de mão de obra e encaminhamentos para estágio, como o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e a AnimaServ Recursos Humanos.

Ainda serão realizados nos dois dias o Workshop de Ciência, Tecnologia e Inovação, que conta com oficinas, palestras e demonstrações. Este é um fruto da parceria entre o Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTI) da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Cultura (Secult), por meio do Museu Unica e do LabTec (Laboratório de Tecnologia de Camaçari).

Publicado em Camaçari

O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo, se reuniu na tarde desta segunda-feira (4/11), com os deputados federais Leur Lomanto Jr e Paulo Azi para solicitar a formação de uma frente unificada de proteção costeira do Nordeste, região que vem sofrendo durante os últimos três meses com o surgimento de manchas contendo um forte concentrado de petróleo e outros compostos químicos. O grupo visitou o Comando do 2º Distrito Naval, no bairro do Comércio, em Salvador, em busca de informações sobre a movimentação das manchas na Bahia e o monitoramento diário que está sendo realizado.

A Prefeitura de Camaçari montou um comitê para gerenciamento do incidente e manutenção de serviços de limpeza das praias e já está há mais de um mês monitorando o aparecimento dos resíduos na Bahia. Com o surgimento das primeiras manchas no litoral camaçariense, dia 10 de outubro, o município se dividiu em duas frentes de trabalho: através da Defesa Civil e da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), na retirada dos resíduos, e por meio das secretarias de Turismo (Setur) e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), com ações estratégicas junto ao Estado, para garantia de EPIs, orientação sobre descarte dos resíduos e mobilização das cidades que fazem parte da governança turística Costa dos Coqueiros.

O prefeito foi recebido no Comando Naval pelo Almirante Silva Lima e oficiais, que conduziram o gestor municipal e os deputados baianos em uma visita na sede da instituição para conhecer a tecnologia que está sendo aplicada e estrutura disponível para proteção costeira do Estado. Elinaldo aproveitou para tirar dúvidas sobre recursos, estudos para contenção no caso da chegada de um fluxo maior dessa substância e quais métodos preventivos para minorar os impactos ambientais.

“Camaçari foi a primeira cidade da Bahia a tratar dessa pauta de uma forma conjunta. Juntamos os representantes dos municípios da Costa dos Coqueiros e estamos buscando soluções para todos. Agora acionei dois representantes do Estado na Câmara dos Deputados e eu quero pedir a todos os prefeitos das áreas afetadas pelo óleo que se mobilizem, busquem a representação dos deputados eleitos por suas cidades e vamos formar uma pauta única. Não existe nenhuma pauta nacional mais importante do que essa hoje no Brasil”, defende o prefeito.

Durante a visita, os deputados Leur Lomanto Jr e Paulo Azi se comprometeram a continuar acompanhando as ações de limpeza das praias no Estado e cobrar mais apoio para os municípios. A preocupação do grupo é pela manutenção das frentes de trabalho, sobretudo, nas cidades cuja principal receita está ligada ao Turismo, pesca artesanal, extração de mariscos e crustáceos. A mobilização dos parlamentares baianos tem como objetivo evitar que a população sofra com os impactos econômicos e de saúde pública, que uma situação de contaminação prolongada pode causar.

O prefeito Elinaldo reforçou, durante a reunião, a manutenção das equipes de monitoramento e limpeza em Camaçari e agradeceu o apoio dos voluntários.

Viu óleo na praia?

Se for em grande quantidade ou você não tenha os equipamentos necessários, acione o apoio técnico da Prefeitura de Camaçari, ligando para o 199. Os agentes da Defesa Civil estão diariamente nas praias efetuando a limpeza e o monitoramento da região costeira.

Neste momento, o apoio dos voluntários tem sido fundamental para limpeza e proteção das nossas praias. Mas, para evitar o risco de incidentes ou algum tipo de contaminação por óleo, siga essas recomendações: use luvas, pás e outras ferramentas para remover o material; ao recolher, armazene em baldes ou sacos plásticos; não jogue junto com o lixo comum. Para remover, entre em contato com a Defesa Civil (199).

Publicado em Camaçari

Os trabalhos para a elaboração da revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Camaçari (PDDU) entram em uma nova fase, a de construção do cenário do diagnóstico e prognóstico (Camaçari é/ Camaçari será) a partir da visão da comunidade através das oficinas de participação social, que são encontros entre a população e a prefeitura, sendo uma das iniciativas mais democráticas e importantes para a construção do novo PDDU.

A primeira oficina acontecerá dia 12 de novembro (terça-feira), na Escola Municipal Cosme de Farias, situada no Bairro PHOC I (Nova Aliança) e contemplará a população residente nos PHOCs II e III, na Glaba H, Santa Maria, Lama Preta, Jardim Brasília, Camaçari de Dentro, Burissatuba e Recanto das Árvores, com previsão de início às 17h30 e de término às 20h30. O calendário completo, com os locais e horários dos próximos encontros deste primeiro ciclo estará disponível no Portal do PDDU (pdducamacari.com.br) ou neste link.

No âmbito do plano de trabalho, as oficinas compõem tanto as etapas de diagnóstico e prognóstico (Camaçari é/ Camaçari será), como também, a etapa em que serão coletadas as propostas de modo a possibilitar a construção da visão de futuro (proposições), que conduzirá o município a um novo patamar de desenvolvimento socioeconômico e urbano, ou seja, do ambiente desejado (Camaçari que queremos).

As oficinas ocorrerão em dois momentos e terão metodologias distintas aplicadas para a coleta de contribuições da sociedade participante desses eventos de construção do novo PDDU. Neste primeiro ciclo acontecerão oito oficinas, sendo cinco na sede e três na costa. Os eventos públicos ocorrerão em dias úteis e aos sábados, com previsão de início às 17h30 e término às 20h30 e das 8h30 e término às 11h30, respectivamente.

Detalhes sobre o início do 1º ciclo das oficinas de participação social, como preparativos para realização, datas, locais, metodologia, apoio e logística e resultados esperados, foram tratados durante a 5ª reunião da Comissão Executiva para a Elaboração da Revisão do PDDU, realizada no último dia 31/10 (quinta-feira). Na oportunidade, ainda foi realizado um balanço das audiências públicas de lançamento dos trabalhos que ocorreram no mês de agosto.

A condução da reunião foi realizada pela presidente da comissão executiva, a assessora especial da Secretaria do Governo (Segov), a urbanista Juliana Paes. De acordo com ela, na leitura dos membros da comissão as audiências foram positivas, o grupo avaliou ainda que todas as expectativas foram alcançadas. “Foram aproximadamente 500 pessoas participantes nas duas primeiras audiências públicas, sendo a maioria o cidadão comum, ou seja, que não se sente representado por qualquer entidade e que quer conhecer e contribuir”, destacou.

Ainda segundo Juliana Paes, a partir de agora, será dada sequência à construção do diagnóstico e prognóstico. “A população é informada sobre os conceitos e as etapas do processo de planejamento municipal e a Prefeitura ouve a população sobre as leituras a respeito de seu bairro e da cidade como questões relacionadas à infraestrutura, condições de moradia, oferta de serviços públicos, problemas urbanos, entre outros. A visão da população é imprescindível para a definição das estratégias de desenvolvimento urbano a serem contempladas no novo PDDU”, ressaltou.

A presidente da comissão também lembrou que a intenção é chamar o cidadão comum para o debate, convocar a população a participar da elaboração do PDDU. “Porque só podemos construir uma cidade melhor para todos vivermos no futuro se debatermos sobre o tema hoje, se refletirmos juntos como ela é atualmente e como queremos projetá-la para os próximos anos”, concluiu.

A Prefeitura de Camaçari é a protagonista na condução do processo de elaboração da revisão do PDDU. A iniciativa é nada menos que a revisão da maior lei existente na administração municipal, depois da Lei Orgânica do Município de Camaçari e trata de estabelecer quais são as estratégias, diretrizes, objetivos, projetos e ações para o desenvolvimento do município para os próximos anos. A expectativa é de que o Projeto de Lei do novo PDDU seja enviado à Câmara de Vereadores, para apreciação e aprovação, em julho de 2020.

Publicado em Camaçari

Os esforços da Prefeitura de Camaçari para limpar as praias do município atingidas pelas manchas de óleo encontradas no oceano são contínuos e permanentes. A Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), através da Defesa Civil, está de prontidão e com equipes que atuam diariamente no litoral da cidade. Desde as 6h desta segunda-feira (4/11), 15 agentes do órgão estão atuando na praia de Busca Vida, local onde foram encontradas recentemente mais amostras do material.

O coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, explica que por conta da maré alta o trabalho de coleta hoje em Busca Vida é dificultado, mas que os profissionais permanecem no local para aguardar o nível do mar baixar e assim identificar outras possíveis manchas de óleo. O gestor do órgão esclarece ainda que, até o momento, a equipe só detectou pequenos fragmentos.

“Há mais de 30 dias estamos monitorando a nossa Costa 24 horas, antes mesmo das manchas chegarem ao município. Inclusive, visitamos outras cidades da Costa dos Coqueiros. Nossos colaboradores estão atuando diariamente na orla do município com ações de identificação e retirada do material, que já ultrapassa 20 toneladas desde o início da operação de limpeza, que começou na primeira semana de outubro”, finalizou Ivanaldo.

De quinta-feira (31/10) a sábado (2/11), seis colaboradores da Defesa Civil atuaram em Arembepe, na extensão que vai do emissário até a Aldeia Hippie, e no domingo (3/11) em Jauá. Nos quatro dias foram coletados cerca de 4 toneladas de resíduos, incluindo material recolhido por voluntários em Busca Vida, local que também foi visitado durante o domingo por profissionais do órgão, que identificaram os pontos mais críticos para continuar a operação nesta segunda.

Todo o material é recolhido e transportado por caminhão munck e encaminhado para a Cetrel, que armazena em local adequado até que a União, através de órgãos ambientais competentes, faça a destinação final. Em caso de aparição da mancha de óleo ou alguma substância similar, a Prefeitura orienta que entrem em contato com a Defesa Civil de Camaçari, através do telefone 199. As pessoas podem ligar ainda para o número (71) 3622-7755 ou o celular corporativo (71) 98796-9858.

Publicado em Camaçari

“Seu negócio também é Turismo”. Esse é o tema do II Fórum de Turismo de Camaçari, que será realizado no dia 21 de novembro, no Vila Galé, em Guarajuba. O fórum é um evento anual de planejamento, apresentação de resultados e abordagem de temas de extrema relevância para o fortalecimento do turismo. Realizado pela Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Turismo (Setur), em parceria com o Conselho Municipal de Turismo (Comtur), em sua segunda edição, o evento traz para Camaçari personalidades renomadas que irão explanar sobre a necessidade de priorização da atividade turística como fator de desenvolvimento econômico de qualquer região.

O tema do fórum desse ano tem como objetivo estimular a reflexão de que a atividade turística é ampla e envolve diversos atores nessa atividade econômica de enorme potencial agregador de desenvolvimento. “O Fórum de Turismo abordará temas relevantes, mostrando a importância da atividade turística como fator de desenvolvimento para a economia. Ressaltará, também, a importância da implantação de políticas públicas e programas para promover ações e planejamentos voltados a estimular o turismo como forma de desenvolvimento”, descreve a subsecretária de Turismo, Lúcia Bichara.

Para isso, um time de peso se revezará nas palestras. A abertura será com uma mesa redonda formada pela gestora de projetos criativos, idealizadora e produtora do Coreto Criativo, Lídice Berman; pelo especialista em design de produto, Deo Senna; com a mediação do turismólogo e gestor de projetos do Sebrae, Paulo Azevedo. Os especialistas vão apresentar exemplos práticos e tirar dúvidas dos participantes sobre a importância da Economia Criativa no desenvolvimento do turismo.

Em seguida, a abordagem será sobre o papel das Políticas Públicas para o desenvolvimento do setor turístico, com o secretário nacional de Integração Institucional do Ministério do Turismo do Brasil, Bob Santos. O representante do Ministério de Turismo traz para o debate informações sobre o cenário atual no Brasil, volume de negócios ligados à cadeia produtiva do turismo, projetos e ações de incentivo para o desenvolvimento de novos nichos de mercado no país.

Quando o assunto é empreendedorismo e case de sucesso, o nome de Guilherme Paulus é destaque e serve de inspiração para o trade.  O sócio-fundador da CVC, maior operadora de Turismo da América Latina, e fundador da GJP Hotels  & Resorts também é presença confirmada no II Fórum de Turismo de Camaçari. Com a experiência de quem vivenciou a realização do sonho de mais de 30 milhões de brasileiros, o representante da empresa líder na preferência do consumidor brasileiro vai falar sobre negócios e oportunidades, apresentando sua visão empresarial sobre Turismo.

O secretário de Turismo, Gilvan Souza, acredita que esse é o momento de estimular a discussão sobre o crescimento econômico do município e envolver a população nessas tomadas de decisão. “Camaçari despertou para sua vocação turística. O prefeito Elinaldo reacendeu na cidade a vontade de empreender e está restituindo no trade a confiança para investir e aumentar o volume de negócios. O formato do fórum e o tema reforçam nosso compromisso com a cidade, apontando várias oportunidades de crescimento e a afirmação de que todos estão inseridos no Turismo, dos ambulantes até os grandes empresários”, defende o secretário.

O fórum terá início às 8h, com credenciamento dos participantes e exposição de artesãos locais. Às 9h, acontece a abertura do evento e em seguida, a mesa redonda. O fórum é gratuito e tem número limitado de vagas. Para participar, inscreva-se acessando esse link: http://bit.ly/forumcostadecamaçari .

Fórum de Turismo

O Fórum de Turismo tem como público-alvo toda a cadeia produtiva do turismo, sejam eles hoteleiros, empresários, investidores ligados direta ou indiretamente à área de turismo, representantes dos governos Federal, Estadual e Municipal, representantes de instituições do turismo e estudantes da área de hotelaria e gastronomia.

A realização é da Secretaria de Turismo (Setur), em parceria com o Conselho Municipal de Turismo (Comtur), tendo como co-realizador o Sebrae Bahia. O evento tem apoio do Vila Galé Marés e do Senac. Confira a programação:

  • 8:00 – Inscrição e Credenciamento
  • 09:00 – Abertura do Evento
  • 09:10 – Mesa redonda

 

Tema: Economia Criativa no desenvolvimento do turismo

Palestrantes: Lídice Berman, Gestora de Projetos Criativos, idealizadora e produtora do Coreto Criativo; Deo Senna, Especialista em Design de Produto; Paulo Azevedo, Turismólogo  e Gestor de Projetos / SEBRAE (Mediador).

  • 10:20 – Palestra

 

Tema: Politicas públicas para desenvolvimento do Turismo

Palestrante: Bob Santos, Secretário Nacional de Integração Institucional do Ministério do Turismo do Brasil

  • 11:30 – Intervalo
  • 11:50  – Palestra

 

Tema: Visão empresarial do Turismo

Palestrante: Guilherme Paulus, Sócio-fundador da CVC, maior operadora de Turismo da América Latina e fundador da GJP Hotels  & Resorts.

  • 13:10 – Entrega do PDITS

 

Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável

  • 13:20 – Encerramento com representantes do município de Camaçari.
Publicado em Camaçari

Em busca de melhor atender e assistir a população, a Ouvidoria Geral do Município de Camaçari aderiu a uma nova ferramenta de escuta e acolhimento ao cidadão. Trata-se da plataforma online “Fala.BR (e-Ouv)”, gerenciado pela Controladoria-Geral da União (CGU) e que funciona como um canal de comunicação para o acesso à informação, solicitações, efetuar denúncias, elogios e sugestões para melhor fluir a administração pública e o funcionamento do Poder Executivo.

Para acessar, basta clicar no link https://falabr.cgu.gov.br, pelo computador ou smartphone. O cidadão deverá se cadastrar preenchendo as informações básicas, de contato e pessoais, e em seguida criar uma senha. O internauta, então, receberá uma confirmação no e-mail. O procedimento pode ser feito por qualquer pessoa, física ou jurídica.

Em caso de denúncia ou reclamação, a população também pode manifestar a sua opinião de maneira anônima. Os registros podem ser acompanhados através da “Consulta de manifestação”, apresentando o número do protocolo e código de acesso. O prazo para resposta é de 30 dias, prorrogável por mais 30 dias, mediante justificativa.

A Ouvidoria Municipal também conta com outros canais de atendimento: presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Casa do Trabalho, situado na Rua Vera Lúcia Pestana Fróes; pelo telefone 0800 284 7325; telefone fixo (71) 3622-7324; e ainda WhatsApp (71) 98137-1615. Se preferir, o cidadão pode ainda enviar e-mail para o endereço O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicado em Camaçari

Com o objetivo de melhorar as condições de acessibilidade e segurança, além de deixar a cidade ainda mais bonita e acolhedora, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), constrói passeios públicos e rampas de acessibilidade para deficientes físicos em bairros da sede e da Costa do município.

De acordo com a Seinfra, serão realizados serviços de requalificação dos passeios danificados, assentamento de meio-fio, construção de rampas e os passeios em concreto com piso podotátil, para pessoas com deficiência visual ou de baixa visão, tudo isso para garantir a acessibilidade dos transeuntes e propiciar a prática de caminhada.

No bairro Verdes Horizontes, foram contempladas com os serviços as ruas Açu da Torre, em 455 metros de extensão, e a Rua Getúlio Vargas, com 215 metros de extensão; no Phoc II, a Rua Maceió, com 340 metros de extensão; e no Jardim Limoeiro, a Rua Cajueiro, com 530 metros de extensão.

Na Costa de Camaçari, em Vila de Abrantes foram iniciadas as obras em Mutirão de Catu de Abrantes. As ruas beneficiadas que somam 1.141 metros de extensão são a Travessa e 1ª Travessa Simara Ellery, Rua Simara Ellery, Rua Vila Simara Ellery e Amendoeiras.

Publicado em Camaçari
Pagina 1 de 2

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos