Itens filtrados por data: Sexta, 15 Novembro 2019

Na manhã deste sábado (16), uma tentativa de assalto assustou quem passava pelo bairro da Calçada, em Salvador. A vítima, que estava a bordo de um carro, modelo Prisma, acabou reagindo e atropelou os suspeitos que estavam em uma motocicleta, na Avenida Fernandes da Cunha, próximo ao Largo de Roma.

Na colisão, os suspeitos foram imprensados pelo carro contra um poste e um deles acabou tendo uma perna decepada com o impacto da batida. Em imagens, os homens feridos aparecem detidos no chão e o membro mutilado ainda junto aos veículos.

FONTE: BNEWS

Publicado em Salvador
Sábado, 16 Novembro 2019 00:00

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 10,5 milhões

Os apostadores têm até as 19h (horário de Brasília) deste sábado (16) para fazer seu jogo no concurso 2.208 da Mega-Sena. O prêmio é de R$ 10,5 milhões para quem acertar as seis dezenas.  O sorteio será realizado em São Paulo. As apostas poderão ser feitas em casas lotéricas ou pela internet.

A aposta mínima passa a custar R$ 4,50 conforme reajuste feito no último domingo (10).

Os novos valores foram autorizados pela Portaria nº 8.061 do Ministério da Economia, publicada no Diário Oficial da União no último dia 31 de outubro.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), marcou a votação da PEC Paralela à Reforma da Previdência (PEC133/19) para a próxima terça-feira (19). Entre outros pontos o texto permite a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência. Eles poderão adotar integralmente as mesmas regras aplicáveis ao regime próprio da Previdência Social para os servidores públicos civis da União por meio de lei ordinária.

Além de emendas ao texto principal, os senadores também precisam votar a PEC em segundo turno. Alcolumbre já adiou a votação duas vezes, a última tentativa, na última terça-feira (12) pela falta de quórum. Sem votos suficientes para aprovar alterações, no texto, a oposição, pediu o adiamento. Alcolumbre quer concluir a votação dos dois turnos na terça. "Se der tudo certo", ponderou. Ele enfatizou que a proposta será o primeiro item da pauta.

O texto-base da PEC Paralela foi aprovado em primeiro turno na semana passada com 56 votos a favor e 11 contra , mas ficaram pendentes de votação quatro destaques de bancadas partidárias referentes a emendas rejeitadas pelo relator Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Além de abrir a caminho para inclusão de estados e municípios, o texto estabelece regras diferentes para servidores da área de segurança pública e abre a possibilidade de criação do benefício universal infantil, aprofundando a Seguridade Social para as crianças, o que estava previsto na proposta inicial de reforma da Previdência. A ideia é de que o benefício, que deverá ser criado posteriormente por lei, concentre recursos em famílias mais pobres e na primeira infância.

Se aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado, a proposta seguirá para a apreciação da Câmara dos Deputados.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Política

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos