Itens filtrados por data: Domingo, 10 Novembro 2019

Nos dias 7 e 8 de novembro, no Auditório da OAB e na Cidade do Saber, respectivamente, o Instituto de Seguridade do Servidor Municipal (ISSM) de Camaçari finalizou seu Planejamento Estratégico para o quinquênio 2020/2024. O processo, realizado em diversas etapas, foi iniciado no dia 20 de setembro com um treinamento sobre os métodos para elaboração do Planejamento e os principais conceitos sobre o tema.

Após passar por todas as etapas, os servidores, dirigentes e conselheiras do Instituto elaboraram, de forma conjunta e participativa, a Missão, a Visão, os Valores e as iniciativas que vão pautar o Plano de Ação do ISSM para o período, após análise da Diretoria Executiva do Instituto.

“O Planejamento Estratégico vai permitir que tomemos decisões de forma técnica e baseadas em critérios objetivos. Foi um Planejamento Estratégico construído de forma democrática, participativa, onde todos receberam uma qualificação inicial para poder participar e depois contribuíram com o conhecimento técnico de cada um”, avaliou o diretor administrativo e financeiro do ISSM, Ernâni Sena.

As inciativas sugeridas pelos participantes contemplaram grandes áreas como Recursos Humanos, Atendimento, Comunicação Institucional, Recursos Tecnológicos, entre outros.

“O planejamento estratégico deve estar alinhado aos nossos valores e por isso é importante termos em mente o que já definimos nas etapas anteriores”, ressaltou a chefe de gabinete Ana Clara Almeida, responsável pela condução do Planejamento Estratégico do Instituto.

As proposições foram embasadas na análise do Relatório de Governança, apresentado pelo superintendente do Instituto, Pedro Guimarães; Cenário Econômico, apresentado pelo economista Diego Silva; e do Estudo de Caso, apresentado pelo diretor administrativo e financeiro Ernâni Sena.

O encontro foi propício, ainda, para esclarecimentos sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2019, conhecida como Reforma da Previdência, a respeito de sua aplicabilidade no âmbito do município de Camaçari.

Entre os pontos destacados pelo superintendente estão a aposentadoria por incapacidade permanente quando for insuscetível de readaptação, prevista no art. 40 da PEC, e a vedação da incorporação de vantagens de caráter temporário ou vinculadas ao exercício de função de confiança ou de cargo em comissão à remuneração do cargo efetivo, prevista no parágrafo 9º do art. 39.

Publicado em Camaçari

Após passar pela zona rural do município no último mês, o programa Papel Passado retornou, nesta sexta-feira (8/11), para Monte Gordo, com o Mutirão da Regularização Fundiária, no Loteamento São Bento. O evento foi realizado pela Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Habitação (Sehab).

A população parabenizou a iniciativa da Sehab e recebeu com muita expectativa o programa que tem como objetivo garantir o título dos imóveis. “Com a documentação, você pode resolver muita coisa”, disse Leonice Santos. “Esse programa é muito bom, porque, tendo o nosso documento em mãos, podemos fazer empréstimo, vender a nossa casa”, acrescentou Jorge Conceição.

De acordo com o coordenador de Regularização Fundiária, Vandécio Macário, o levantamento topográfico na região tem sido feito há cerca de dois meses. “É um importante passo dado pela Sehab para a concretização de um projeto iniciado na década de 90, porque até o momento os moradores não tinham recebido os seus títulos de imóveis”, explicou.

Durante todo o dia, mais de 200 famílias receberam orientações e realizaram cadastro gratuito para regularizar seus imóveis. Além disso, a equipe do Casa Melhor esteve cadastrando para o programa de melhorias habitacionais.

Este é o primeiro loteamento, na Costa de Camaçari, beneficiado com os mutirões que têm sido realizados. A ação contou com o apoio da Coordenação de Eventos, com a presença do Poder Legislativo, representado pelo vereador Vaninho da Rádio, e da Ouvidoria Geral do Município.]

Papel Passado – Instituído através da Lei n° 1596/2019, dispõe sobre a Regularização Fundiária Urbana (REURB) no município. O objetivo é promover o acesso legal à propriedade do imóvel, por meio da certidão de regularização fundiária, assegurando o direito à moradia e o exercício da cidadania aos seus ocupantes.

Publicado em Camaçari

A 15ª edição do Sesau + Perto de Você aconteceu no sábado (9/11), no Condomínio São Vicente, bairro do Santo Antônio, sede de Camaçari, onde foram atendidas 735 pessoas durante todo o dia, com serviços de consultas médicas e de enfermagem, teste rápido para DSTs, orientação nutricional, coleta de preventivo, saúde bucal, auriculoterapia, vacinação, atividades lúdicas para a garotada e aula de zumba.

Secretário de Saúde, Elias Natan comemora o resultado da ação que começou no primeiro semestre deste ano e já beneficiou mais de 25.700 pessoas. “Nestas 15 edições, já beneficiamos mais de 20 localidades da sede, orla e zona rural, levando serviços de saúde para as comunidades. Essa é a nossa missão. Garantir acesso à saúde pública aos nossos munícipes”.

Publicado em Camaçari

A Secretaria de Saúde (Sesau) divulgou, nesta segunda-feira (11/11), o resultado do edital de contratação para atividade de docência para execução do Curso de Formação Técnica dos Agentes Comunitários de Saúde. Clique aqui e confira o resultado.

Os docentes selecionados atuarão como facilitadores no curso que terá duração de 400h para cada módulo. No total serão três módulos. A seleção teve por objetivo a contratação para docência do Módulo 01. As inscrições aconteceram até o dia 6 de novembro.

O presente Processo Seletivo Interno consiste de Análise de Títulos para 13 vagas imediatas para docentes e formação de cadastro reserva.

Mais informações sobre o Processo Seletivo podem ser acessadas no edital.

Publicado em Camaçari

A Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), realiza obras de pavimentação asfáltica em duas ruas localizadas em Cajazeiras de Abrantes, oferecendo à população mais segurança e qualidade de vida.

Ao todo, são 810 metros de extensão de camada de asfalto, sendo 160 metros na Rua da Vovó e 650 metros na Rua do Murici. De acordo com a pasta, o trabalho foi iniciado com limpeza da área e retirada da terra acumulada na via.

A Rua da Vovó ganhará ainda 256 metros quadrados de passeios. Após os serviços de topografia (fase de descrição da região com projeção nas dimensões da largura, comprimento e elevação), o local receberá o revestimento com o objetivo de melhorar a capacidade estrutural do pavimento.

A Prefeitura informa que diversas frentes de obras acontecem na sede e na Costa, a exemplo do recapeamento asfáltico em três ruas no bairro Gravatá, em quatro ruas da Gleba A, pavimentação em 20 ruas do Parque Verde I, em 13 ruas do Parque das Mangabas e construção de passeios com rampa de acessibilidade nos bairros Verdes Horizontes, Phoc II, Jardim Limoeiro e Vila de Abrantes.

Publicado em Camaçari

Universitários de qualquer área do conhecimento e idade podem se inscrever, até o dia 6 de janeiro próximo, para participar do Módulo Ignição, do Programa Petrobras Conexões para Inovação, promovido em parceria pela empresa com o Ecoa PUC-Rio, iniciativa multidisciplinar e gratuita da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). O objetivo é estimular a experimentação, desafiando universitários a trabalhar em busca de soluções criativas para a transformação digital do setor de óleo e gás. O formulário está disponível no site da PUC.

As inscrições foram abertas na semana passada, por ocasião do lançamento do novo módulo, durante a edição brasileira da Offshore Technology Conference’ (OTC), que realizada no Rio de Janeiro. O projeto prevê a divulgação, no dia 24 de janeiro, dos 21 estudantes selecionados que passarão por uma mentoria da PUC-Rio, baseada em desafios e seguida de um período para o desenvolvimento de inovações.

O professor Gustavo Robichez, do Departamento de Informática do CTC/PUC-Rio e integrante do ECOA PUC-Rio, informou que o projeto inclui estudantes de todas as universidades públicas e privadas, que estejam regularmente matriculados em cursos de graduação, com término previsto em janeiro de 2021, para que haja o vínculo institucional. “A diversidade de instituições é muito importante. O que a gente está em busca é dos melhores talentos que possam, a partir dos desafios que a Petrobras venha a propor, experimentar soluções usando tecnologia”.

Robichez acrescentou que o foco é provocar esses talentos, em um processo de cocriação. A partir dos desafios da empresa e de mentores da universidade, os universitários vão ter uma jornada de experimentação instigada por essas provocações que a indústria de óleo e gás tem. A ideia é que no ciclo de alguns meses, eles já apresentem protótipos, que são provas de conceitos de soluções que vão ser avaliadas pelo time da Petrobras especializado. “Os técnicos da Petrobras vão acompanhar as soluções propostas pelos estudantes ao longo de toda a jornada”.

Tutoria

O conhecimento da indústria virá da Petrobras. A PUC tem a metodologia da condução desses experimentos e, principalmente, um processo de orientação e de tutoria ao longo dessa jornada. “É uma oportunidade quase única, transformadora na vida das pessoas”, definiu o professor. Para ele, a participação no programa da Petrobras pode representar uma possibilidade de contratação futura no mercado formal de trabalho e a abertura de empreendimentos pelo próprio estudante. “A Petrobras tem programas para orientar e incluir startups (empresas nascentes inovadoras) dentro da cadeia de óleo e gás”.

Os 21 universitários receberão uma bolsa-auxílio mensal por seis meses, que poderá ser renovada ao fim desse período. Gustavo Robichez disse que o Módulo Ignição poderá se estender. A ideia é que haja um processo de seleção semestral, com abertura de nova chamada no próximo ano, para dar oportunidade a mais pessoas de participarem dessas jornadas. “A gente pede uma dedicação de 20 horas semanais para eles (estudantes) poderem se dedicar a essas experimentações digitais”. A PUC-Rio já vem desenvolvendo experiência semelhante nas áreas de tecnologia, seguros e indústria do entretenimento. “A gente pede que eles se organizem para que tenham tempo e possam se dedicar à iniciativa”. No final do semestre, serão divulgadas as soluções apresentadas.

A Petrobras fará a divulgação dos resultados para poder retroalimentar o ciclo. “É como se tivéssemos um processo de construção e criação conjunta. Depois dos primeiros seis meses, a gente vai definir novos desafios que serão trazidos, muito em função do que os participantes conseguiram gerar, e sempre ficar provocando esses jovens talentos a contribuír e conhecer mais os domínios de óleo e gás porque, muitas vezes, eles ficam meio perdidos entre a teoria e a prática. É uma chance de eles colocarem, dentro de um cenário controlado, a prática para acontecer, para fazer diferença”.

Perfis

Robichez esclareceu que a ideia é juntar visões complementares e diferentes. Daí a busca por perfis profissionais diversos, misturando aqueles que têm vocação para a criatividade, entre os quais design industrial e comunicação, com um perfil mais técnico encontrado nas ciências exatas, envolvendo pessoas com interesse em desenvolver um background (experiência) na área tecnológica. O terceiro perfil engloba talentos que queiram também dar sua contribuição para o projeto, entre os quais estudantes de psicologia e até de biblioteconomia, informou o professor da PUC-Rio. “Então, é para todo mundo mesmo. A gente quer trazer pessoas que possam fazer a diferença. E isso, às vezes, independe do processo dela de formação tradicional”.

As atividades serão desenvolvidas a partir do dia 3 de fevereiro, na PUC-Rio, localizada na Gávea, zona sul da cidade, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Estão previstas visitas às instalações da Petrobras no Rio de Janeiro, ao longo do ano. O programa adota o Challenge Based Learning’ (CBL), metodologia multidisciplinar que instiga os alunos a desenvolverem soluções para as mais diversas situações, de forma criativa e inovadora.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil

O Flamengo venceu o Bahia por 3 a 1, neste domingo (10), no Maracanã, pela 32° rodada do Campeonato Brasileiro.

No primeiro tempo o volante Willian Arão, aos 38 minutos, marcou contra para o Bahia. No segundo, veio a virada do Flamengo. Aos 8 minutos, Reinier empatou. Bruno Henrique, aos 26, colocou os cariocas na frente. E Gabigol, aos 42, fechou o placar.

Com este resultado a equipe rubro-negra amplia a vantagem de 8, do início da rodada, para 10, em relação ao Palmeiras, vice-líder do Brasileirão. 

Mesmo com o empate, o tricolor baiano se manteve na nona posição, com 43 pontos conquistados. 

O Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (13), contra o Vasco, no Maracanã. O jogo será válido pela 34° rodada, que foi antecipada em função da final da Copa Libertadores da América. 

O clássico inicialmente estava marcado para o dia 23, justamente a data da decisão da competição internacional.

Já o Bahia volta a campo no próximo domingo (17), no Estádio Fonte Nova, em Salvador-BA.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será, nos próximos anos, “um exame técnico e não ideológico”, afirmou hoje (10) o ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O objetivo é que seja feita uma seleção justa para todos os brasileiros”, disse.

O Enem 2019 foi aplicado no dia 3 e neste domingo. Ao todo, cerca de 3,9 milhões de estudantes de todo o país participaram de pelo menos um dia de prova. Na análise de especialistas, o exame deste ano foi mais conteudista que de anos anteriores.

“[O estudante] não vai precisar mais ficar buscando nos manuais de esquerda ou de direita ou em qualquer lugar que seja, ideologias”, disse. “Como foi para a redação. [O participante] poderia escrever uma redação de esquerda, de direita ou técnica. Queremos apenas ver quem sabe elaborar uma boa redação. As questões foram feitas com esse intuito, selecionar as pessoas mais bem preparadas”. O tema da redação este ano foi Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, as questões deste ano foram todas retiradas do Banco Nacional de Itens (BNI), e já estavam elaboradas. Para integrar o BNI, as questões passam por um longo processo de aprovação e testagem.

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, fazem balanço sobre o ENEM 2019

“Não houve direcionamento para mais ou menos conteudistas”, disse Lopes. “O que houve foi a equipe buscando dentro do Banco de Itens uma prova equilibrada, que cobrisse matrizes do Enem. Para oferecer às universidades um conjunto de alunos com boas notas, para escolherem os melhores para seus cursos”.

Neste ano, o Inep criou uma comissão para definir o que não seria usado no Enem 2019. De acordo com nota técnica publicada pela autarquia, a comissão, criada no dia 20 de março deste ano, deveria "identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais" e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do exame deste ano.

A comissão concluiu o trabalho no começo de abril. No entanto, pelo caráter sigiloso do BNI, o resultado não foi divulgado. O Inep esclareceu que como a elaboração de um item é um processo longo e oneroso, nenhum item será descartado. Eles poderão ser posteriormente adequados.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil

Os preços das apostas de oito modalidades lotéricas ficaram mais caros a partir de hoje (10). Segundo a Caixa Econômica Federal, o reajuste foi feito, após quatro anos sem elevação dos preços.

Os novos valores foram autorizados pela Portaria nº 8.061 do Ministério da Economia, publicada no Diário Oficial da União no último dia 31 de outubro. O reajuste valerá para os sorteios que serão realizados a partir desta segunda-feira (11). Os novos preços serão os mesmos em todos os canais de apostas, conforme tabela:

Modalidade Lotérica Preço Anterior Novo Preço Nº do Concurso Data do Sorteio
Mega-Sena R$ 3,50 R$ 4,50 2207 13/11/2019
Lotofacil R$ 2,00 R$ 2,50 1889 11/11/2019
Quina R$ 1,50 R$ 2,00  5119 11/11/2019
Lotomania R$ 1,50 R$ 2,50  2021 12/11/2019
Dupla Sena R$ 2,00 R$ 2,50  2010 12/11/2019
Timemania R$ 2,00 R$ 3,00  1.405 12/11/2019
Loteca R$ 2,00 R$ 3,00 877 18/11/2019
Lotogol R$ 1,00 R$ 1,50  -  -


Segundo a Caixa, as mudanças contribuirão para o aumento dos prêmios ofertados aos apostadores. “Também será incrementado o repasse social de recursos às áreas definidas na lei, como Educação, Esporte, Segurança, Seguridade, Cultura e Saúde, entre outras”, diz o banco.

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Apostas nas loterias - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Como apostar

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em qualquer lotérica do país e também no portal Loterias Online. Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa podem fazer apostas na Mega-Sena pelo computador pessoal, tablet ou smartphone. Para isso, é preciso ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. As apostas pelo Internet Banking podem ser feitas das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios, quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

Para jogar pela internet, no Portal Loterias Online, o apostador precisa ser maior de 18 anos e efetuar um pequeno cadastro. O cliente escolhe seus palpites, insere no carrinho e paga todas as suas apostas de uma só vez, utilizando o cartão de crédito. O valor mínimo da compra no Portal (que pode conter apostas de todas as modalidades disponíveis no site) é de R$ 30,00 e máximo de R$ 500,00 por dia. Também pelo portal, os apostadores podem optar pelos combos de apostas, que podem ser de apenas uma modalidade ou de várias modalidades. Na seleção do combo, o cliente pode escolher entre visualizar os números selecionados em cada aposta ou o formato Surpresinha, no qual o sistema escolhe aleatoriamente os números da aposta.

Para usuários do sistema iOS, o aplicativo Loterias Caixa já está disponível na Apple Store. As modalidades que estão disponíveis para apostas são: Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Dia de Sorte. As apostas podem ser feitas todos os dias e a qualquer hora, durante o período de captação de cada concurso. Em breve, diz a Caixa, ficará disponível o aplicativo na loja Google Play, para os sistema Androide.

 

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Apostadores fazem fila em casa lotérica - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bolão

Para as modalidades Mega-Sena, Dia de Sorte, Lotofácil, Quina, Dupla Sena e Loteca, há a possibilidade de fazer bolão. Basta formar um grupo, escolher os números da aposta, marcar a quantidade de cotas e registrar em qualquer uma das lotéricas do país. Ao ser registrada no sistema, a aposta gera um recibo de cota para cada participante que, em caso de premiação, poderá resgatar a sua parte do prêmio individualmente.

O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas. É preciso solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica. Com o reajuste, as cotas mínimas e máximas dos bolões também serão adequadas, de acordo com cada modalidade.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil

O que nasceu como um apelido do mercado financeiro ganhou fôlego e virou um mecanismo de cooperação que reúne 3,1 bilhões de pessoas e equivale a 41% da população mundial. Junção das iniciais de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (em inglês), o Brics é formado pelas cinco principais economias emergentes do planeta e promove, nesta quarta (13) e quinta-feira (14), a 11º reunião de cúpula em Brasília.

Em 2001, o economista britânico Jim O’Neill, então chefe de Pesquisas Econômicas Globais do banco de investimentos Goldman Sachs, cunhou o termo Bric (ainda sem a África do Sul) para simbolizar o crescimento de quatro economias em desenvolvimento. Segundo ele, ao longo do século 21, esses países passariam a dividir o poder econômico global com o G7, grupo das economias mais ricas do planeta.

O Bric, no entanto, só nasceu em 2006, quando os ministros de Relações Exteriores dos quatro países se encontraram em Nova York, num evento paralelo à Assembleia Geral das Nações Unidas. O grupo foi formalizado no primeiro encontro oficial de chefes de Estado, em junho de 2009, em Ecaterimburgo, na Rússia.

Na ocasião, os presidentes do Brasil, da Rússia, da Índia e da China concordaram em desenvolver um mecanismo de cooperação entre as quatro economias. Os governos se ajudariam mutuamente para melhorar a situação econômica global após a crise de 2008 e ampliar a participação de países emergentes em instituições financeiras internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Na segunda reunião de cúpula, em abril de 2010, em Brasília, o então presidente sul-africano, Jacob Zuma, compareceu como convidado. A África do Sul juntou-se ao grupo na terceira reunião de cúpula, em abril de 2011 em Sanya (China). A partir daí, a sigla ganhou uma letra e virou Brics.

Em 2010, o Bric teve participação fundamental na aprovação da reforma que ampliou a cota de economias emergentes no FMI. O acordo só entrou em vigor em dezembro de 2015, quando o poder de voto dos países em desenvolvimento passou de cerca de 39,4% para 44,7%. O total de cotas brasileiras no capital do Fundo Monetário passou de 1,78% para 2,32%, com o Brasil subindo da 14ª para a 10ª posição como acionista.

Iniciativas

Os países do Brics estreitaram os laços em 2011, com a criação do Fórum do Brics, organização internacional independente que busca estimular cooperações políticas, comerciais e culturais entre os membros. Na reunião de 2013, em Durban (África do Sul), os governos concordaram em criar uma instituição financeira conjunta. Também conhecido como Banco do Brics, o Novo Banco de Desenvolvimento foi oficializado no encontro de 2014, em Fortaleza.

Com sede em Xangai (China), o banco nasceu em 2015, com o objetivo de atender ao problema global da escassez de recursos para o financiamento de projetos de infraestrutura e constituir-se em uma alternativa ao FMI e ao Banco Mundial. Cada um dos cinco países contribuiu com US$ 10 bilhões para formar o capital da instituição financeira.

Em outra iniciativa, os países do Brics concordaram em formar o Arranjo Contingente de Reservas, um fundo conjunto com parte das reservas internacionais de cada país, para ajudar países que passem por dificuldades nas contas externas. Com US$ 100 bilhões, o fundo tem US$ 41 bilhões da China; US$ 18 bilhões do Brasil, da Índia e da Rússia (cada um) e US$ 5 bilhões da África do Sul. O acordo não envolveu a transferência de reservas internacionais. Cada país se comprometeu a emprestar esses recursos para um membro em caso de necessidade.

Novas áreas

Desde 2015, os países do Brics têm buscado ampliar as áreas de cooperação. Entre os setores considerados prioritários para o Brasil, estão saúde, ciência, tecnologia, inovação, economia digital, combate ao crime transnacional e aproximação entre o Novo Banco de Desenvolvimento e as empresas. Como preparação para a 11ª cúpula, em Brasília, os ministros de Comunicações do Brics assinaram uma carta conjunta, em agosto deste ano, com o objetivo de instituir a cooperação no setor de tecnologia da comunicação e de informação.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Brasil
Pagina 1 de 2

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos