Bolsa para cima, atividade econômica para baixo Destaque

20 Mar 2019
179 vezes

Apesar do recorde de 100 mil pontos da Bolsa brasileira, a atividade econômica patina. Vôo de galinha?

Por Guilherme G. Villani

Lucas de Aragão – sócio da Arko Advice e voluntário do RenovaBR – fez uma interessante postagem que embasa dois movimentos: alta da bolsa e queda da atividade econômica.

Do seu twitter:

Call ontem com um gestor grande, das gringas. Investe há décadas no Brasil.

1) Previdência é importante porque muda curva fiscal e capacidade de investimento. Ela é um buffer de segurança e confiança. Mostra que o País de fato entrou de cabeça na responsabilidade fiscal.

2) No entanto, Reforma cuida mais do futuro do que do presente. Ela garante a gordura de segurança fiscal que todo investidor precisa.

3)Pro presente, tão importante quanto é a capacidade do País mostrar desenvoltura em outras frentes. Como por exemplo…

4) Desburocratização, aumento de produtividade, qualificação profissional, redução de protecionismo, simplificação tributária, legislação mais simples e segurança tributária.

5) “A Previdência é urgente porque o País peca nos itens anteriores”.

6) Deu exemplo dos EUA, que tem situação fiscal precária, com shutdowns periódicos, mas que segura segurança do investidor porque tem força nos itens citados no ponto 4.

7) “Olhamos de perto as movimentações de Carlos da Costa, Paulo Uebel, Tarcisio Freitas e outros nomes que podem mudar algo nunca mudado no País: o mindset do ambiente de negócios”

Carlos da Costa – Secretário de Produtividade e Emprego

Paulo Uebel – Secretário Especial de Desburocratização

Tarcísio Freitas – Ministro de Infraestrutura

 

Razões para a bolsa brasileira decolar desde o atentado ao presidente Jair Bolsonaro foram: 1) afastamento do risco PT; 2) Montagem dos Ministérios; 3) Reforma da Previdência como prioridade número 1 (Item 1)

Desde então as taxas de juros longas do Brasil vêm caindo, o que refletiu imediatamente no preço dos ativos locais. Juros para baixo bolsa para cima.

 

No entanto a atividade econômica patina. Analistas estimam, a cada Boletim Focus (Banco Central),  queda na expectativa de crescimentos da atividade econômica. Estimativa de crescimento para 2019 já é de 2,01%.

 

 

 

O recado do investidor estrangeiro está dado: “A Previdência é urgente porque o País peca nos itens: Desburocratização;  aumento de produtividade;  qualificação profissional;  redução de protecionismo; simplificação tributária; legislação mais simples e; segurança tributária

Rodrigo Maia entendeu o recado e sinalizou “O país está quebrado” sobre a possibilidade dos militares não aderirem ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS).

Cabe agora ao governo apressar a votação da previdência e iniciar as proposições de medidas sobre todos os outros itens importantes para que o país volte a crescer e gerar empregos.

Do contrário será Bolsa para baixo e Recessão para cima.

 

Avalie este item
(0 votos)

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos