Imprimir esta página

Após patrocinar eventos da prefeitura, ItMov vence licitação para transportar servidores do Governo do Estado Destaque

10 Mar 2019
527 vezes

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) a homologação da empresa vencedora da licitação para a contratação da empresa de transporte que vai realizar os deslocamentos dos servidores em serviço, lotados nos órgãos do Centro Administrativo da Bahia (CAB). De acordo com a Saeb, a empresa Itmov do Brasil Serviço de Tecnologia Ltda foi a vencedora do certame com o menor lance válido. Vale lembrar que recentemente, a empresa patrocinou eventos da prefeitura de Salvador como o Festival Virada e o carnaval.

Ainda segundo a secretaria, a Itmov ofereceu o menor valor por quilômetro R$ 3,08 por km (valor referência da licitação). Com a medida, o Governo estima uma economia anual de 30%, em comparação com o modelo atual, que utiliza frota própria do Estado.   

Todos os servidores do CAB, que estiverem em serviço, vão se deslocar utilizando o serviço da Itmov. Anteriormente, os deslocamentos eram feitos usando a frota própria do Estado, com veículos pertencentes aos órgãos públicos do CAB.

A Saeb explicou ainda que o novo modelo de transporte vai funcionar de duas formas: uma das opções o transporte administrativo de passageiros, toda vez que solicitado por um servidor, lotado em um dos órgãos do CAB. A outra possibilidade será de forma continuada e programada, em roteiros diários. O serviço abrangerá deslocamentos entre Salvador e outras doze cidades da Região Metropolitana de Salvador.

Conforme a Saeb, a empresa vai disponibilizar um aplicativo de celular pelo qual os usuários farão as solicitações de descolamento. O aplicativo funcionará via Internet, com monitoramento por GPS, que vai rastrear todos os deslocamentos, locais de partidas e chegadas e quilometragens percorridas em tempo real.

Ainda de acordo com a secretaria, com a nova medida, o Estado fará economia com os custos de aquisição e manutenção de veículos, combustível, licenciamento, salários, dentre outros. A operação do novo modelo de transporte será feita de forma gradativa pelos órgãos, sendo que o prazo máximo para adesão ao serviço será de 120 dias.

Avalie este item
(0 votos)
andreluan

Mais recentes de andreluan