Embasa, Detran, Cerb e outros 17 postos do segundo escalão de Rui ainda aguardam definições Destaque

27 Fev 2019
135 vezes

Além dos 20 órgãos, cujos titulares foram divulgados nesta terça-feira para composição do segundo escalão do governo Rui Costa (PT), ao menos 20 postos ficaram em aberto. E não se resumem apenas à Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), órgão pelo qual o PP travou uma guerra com o Podemos e que já estaria perdendo a força, conforme circula nos bastidores. 

A briga do partido do vice-governador João Leão também seria pela manutenção do comando da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb) em sua conta, que também integra a lista dos postos ainda não preenchidos. 

Além deles, encontram-se no rol a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM). Conforme o BNewspublicou, o nome do ex-secretário de Ciência e Tecnologia Rodrigo Hita (PSB) era dado como certo, mas não foi anunciado pelo chefe do Executivo. A expectativa gira em torno da espera para que o ex-deputado Bebeto Galvão, também socialista, aceite o convite para coordenar o escritório de Rui em Brasília, fechando assim a cota do partido. 

Ainda são esperadas possíveis nomeações para a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (Sei), Superintendência Baiana de Assistência técnica e Extensão Rural (BAHIATER), Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), Ouvidoria Geral do Rstado (OGE) e Proteção e Defesa do Consumidor  (Procon). A maioria da cota do PT, que não esconde o desejo de continuar com seus espaços, a exemplo do IPAC e Agersa. 

PT é detentor da maior fatia do bolo, seguido pelo PSD 

Dos 20 nomes apresentados, conforme levantamento feito pela reportagem, o PT levou maior fatia do bolo. O partido do governador Rui Costa (PT) conquistou a manutenção de sete autarquias e titulares no segundo escalão contra quatro do PSD, que obteve o segundo lugar. 

Na lista, constam, até o momento a CAR, Inema, Instituto Anísio Teixeira, Conder, Irdeb, CDA e a Fundac.

No caso do PSD, do senador Otto Alencar, os membros do partido foram alocados na Agerba, Desenbahia, SAC e SIT. 

Em seguida, vêm o PCdoB, o PR e o PDT com a mesma quantidade de espaços (dois). Os comunistas têm a Bahiagás e a Sudesb, enquanto o PR ficou a Bahiatursa e a Prodeb. Os pedetistas mantiveram o Ibametro e remanejaram Andrea Mendonça para a Junta Comercial (Juceb).

O PSB da senadora Lídice da Mata garantiu Antonio Carlos Tramm na CBPM. O PP, por enquanto, tem na sua cota a Urbis com Emerson Leal.

Avalie este item
(0 votos)

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos