Imprimir esta página

“É um absurdo”, brada deputado sobre suspensão de cirurgias nos hospitais estaduais Destaque

25 Fev 2019
153 vezes

O deputado estadual Alan Sanches (DEM), vice-líder da Comissão de Saúde na AL-BA, criticou a medida da Secretaria de Saúde do Estado de suspender as cirurgias eletivas no período do Carnaval. Conforme denunciou o Bnews, o governo da Bahia determinou a suspensão de cirurgias eletivas realizadas em sua rede até o final do Carnaval. Na última quarta-feira (20), pacientes internados no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, tiveram que voltar para casa sem realizar procedimentos cirúrgicos que estavam agendados desde dezembro de 2018.

“É um absurdo, acho que não há necessidade, se você fizer um levantamento de pacientes que tiveram a necessidade de ir para os hospitais do Estado em decorrência do Carnaval, não justifica isso.  Ele [o secretário de Saúde] deve está fazendo isso por outro motivo,  segurar o orçamento, transferir o orçamento para outra coisa. Não é necessário você fechar praticamente todos os hospitais para cirurgias”, disse, nesta segunda-feira (25), ao Bnews, durante a inauguração de um trecho da orla em Ondina, pela prefeitura de Salvador. 

O parlamentar citou alguns hospitais como o Menandro de Farias, Roberto Santos, Ernesto Simões, HGE. “O corpo clinico de todos esses hospitais não está direcionado para fazer cirurgia de emergência e nem os leitos têm que ficar desocupados. Depois de tanto tempo fazendo o Carnaval ele já sabe em médica quantos leitos precisam. São quatro anos consecutivos. Acho completamente desnecessários fechar todos os hospitais. Retardando a recuperação de pessoas que estão doentes. Isso é desumano”, disparou Alan Sanches.  

Avalie este item
(0 votos)
andreluan

Mais recentes de andreluan