Polícia prende 150 pessoas em rinha de galo; 200 aves apreendidas serão sacrificadas Destaque

28 Jul 2019
78 vezes

Cerca de 150 pessoas foram presas durante uma rinha de galo, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, na sexta-feira (26).

Segundo os policiais militares, após denúncias anônimas, chegaram ao local que funcionava a rinha havia 27 baias, com seis gaiolas cada uma. Além dos acusados, foram encontrados 200 galos, que serão sacrificados por falta de um lugar para abrigar as aves.

Os homens flagrados na rinha foram levados, em um ônibus, para a delegacia local, onde prestaram depoimento. Os donos dos animais serão enquadrados pela Lei Ambiental e os apostadores devem responder pelo crime de jogos de azar que resulta em prisão de três meses a um ano.

Avalie este item
(0 votos)

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos