Comitê da Copa América elogia segurança em jogos na Bahia Destaque

01 Jul 2019
299 vezes

O Comitê Organizador Local (COL) da Copa América 2019 elogiou o esquema de segurança promovido durante os cinco jogos na Bahia. No período, não houve registro de crimes graves nem qualquer tipo de episódio que comprometesse a realização do evento.

Escoltas das seleções e árbitros, vistorias com cães farejadores, monitoramento dos centros de treinamentos e hoteis, ações de inteligência e o patrulhamento dentro e fora da Arena Fonte Nova foram os serviços realizados pelas forças de segurança estaduais.

O gerente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) Copa América Brasil em Salvador, Josué Moraes, destacou a expertise da Bahia em sediar grandes eventos como ocorreu nas Copas da Confederação e do Mundo, nos anos de 2013 e 2014.

"Tudo foi realizado da melhor maneira possível, garantindo conforto e segurança para o nosso espectador. A Bahia representou muito bem o Nordeste no torneio", afirmou Josué.

Tecnologia

Aplicado durante a Copa América, o Reconhecimento Facial da SSP da Bahia novamente ganhou destaque nacional e internacional. No dia 23 de junho, durante o jogo Paraguai x Colômbia, o homicida Wellington da Cruz Santos, 31 anos, foi capturado.

O sistema flagrou o momento em que ele tentou passar por um portal de abordagem e disparou o alarme. Uma patrulha da PM foi acionada e efetuou a prisão do foragido da Justiça.

"A escolha pela Bahia para sediar jogos das copas das Confederações (2013), do Mundo (2014) e da América (2019), além de partidas nas Olimpíadas (2016) mostram a confiança nas forças de segurança. Mostramos, mais uma vez, a nossa integração e planejamento. Aguardamos os próximos eventos internacionais e agradecemos a todos os envolvidos", comentou o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa.

Avalie este item
(0 votos)

Grupo Fato Verdade. Sua verdade na web.

Informações de qualidade, sem firulas, sem achismo

Galeria de Fotos